Uma antena quebrada no satélite de comunicação TDRS-M obrigou a NASA a atrasar o seu lançamento que estava marcado originalmente para o dia 3 de agosto. O dano foi causado há uma semana, durante os preparativos para a missão.

O satélite, fabricado pela Boeing, seria lançado do Cabo Canaveral, na Flórida, com a ajuda do foguete Atlas V, mas agora as empresas envolvidas tem que determinar uma nova data que o lançamento aconteça. O TDRS-M vai se juntar a outros que fazem parte da “rede espacial” da NASA, que permite que a agência consiga se comunicar com outras naves e satélites na órbita baixa da Terra, como é o caso do Hubble e da ISS.

A agência dependia de estações de rádio em terra firme para conseguir se comunicar, mas isso acabava limitando os horários em que isso acontecia. Agora, com os satélites TDRS, que ficam posicionados na órbita superior (a mais ou menos 35 mil quilômetros de altitude), essa comunicação pode ser feita de forma contínua.

O satélite que teve a antena quebrada será o décimo que fará parte da rede espacial da NASA. A agência, no entanto, não especificou como o dano aconteceu e qual é a expectativa de data para colocá-lo em órbita novamente.

Cupons de desconto TecMundo: