Um grupo de cientistas franceses da Escola Politécnica Federal de Lausana desenvolveu uma espécie de “armadura inteligente”, que poderá ajudar vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) a se recuperar de lesões da medula espinhal e voltar a andar.

Os pesquisadores descobriram, através de testes, que a invenção poderia trazer melhorias imediatas aos pacientes com problemas de mobilidade. Segundo eles, o principal obstáculo é a forma em que nossos cérebros são ensinados a caminhar.

Para tentar transpor esse obstáculo, os cientistas prenderam ao teto uma armadura robótica, que estava ligada a um sistema inteligente. Um algoritmo então ajusta constantemente o suporte e a força aplicada ao tronco do paciente, dependendo do que ele precisa.

Após uma lesão neurológica, o corpo tem que ser ensinado a caminhar novamente e de outra maneira. Muitas vezes, os pacientes não vão conseguir andar naturalmente e vão continuar tentando reproduzir um movimento que, infelizmente, não é mais possível fisicamente.

Essa invenção pode ser de grande ajuda aos pacientes que se recuperam de lesões da medula espinhal e problemas neurológicos, já que representam uma nova esperança para conseguirem recuperar seus movimentos.

Cupons de desconto TecMundo: