A Positivo Informática anunciou seu novo lançamento focado em educação: o Chromebook Positivo CH1190, que conta com o sistema operacional Chrome OS, da gigante de Mountain View.

Com tela de 11,6’’ HD, processador quad-core de 1.8 GHz e memória RAM de 2 GB, o computador não é nenhum monstro. Mas isso tem um motivo – o foco do equipamento é o mercado educacional.

Segundo a empresa, a solução de Chromebook é mais competitiva nesse segmento, pois atividades pedagógicas possibilitam o uso de um hardware mais simples e, principalmente, por instigar as instituições a realizar o compartilhamento dos dispositivos entre os alunos.

A bateria do novo notebook da Positivo tem duração de oito horase permite que os usuários façam atividades mais rotineiras, como acessar a internet, editar documentos etc.

Integrado ao produto, está o G Suite for Education, uma plataforma de aplicativos Google que inclui Google Docs, Google Sheets, Google Classroom, Gmail, Google Drive, entre outros. Este pacote é disponibilizado gratuitamente às escolas, com espaço ilimitado e sem anúncios.

O notebook conta também com o Chrome Management Console (CMC), que serve como sistema de monitoramento e controle de dispositivos. Em outras palavras, o software pode ser usado juntamente com o Chromebook para gerenciar e disponibilizar conteúdos a todas as máquinas em uso na sala de aula.

Especificações Técnicas

  • Sistema Operacional: Google Chrome OS
  • Tela: 11,6’’ HD (1366x768 pixels)
  • Processador: Quad-core de 1.8 GHz (1 MB de cache)
  • Memória RAM: 2 GB DDR3L
  • Armazenamento: 16 GB eMMc
  • Portas: SDXC e HDMI
  • Câmera: 720p integrada

Ainda no âmbito educacional, a empresa fabrica o chamado “laboratório móvel”, uma solução completa criada para atender às necessidades das escolas. Em vez de necessitar de uma sala de informática, o professor dispõe de um kit composto por um carrinho próprio para transportar e recarregar todos os dispositivos de cada aluno, um computador com soluções de segurança e gerenciamento de conectividade, um servidor de conteúdo e um access point. O laboratório é montado sob demanda, de acordo com a necessidade de cada instituição.

O aparelho já está à venda no mercado brasileiro e as escolas vão poder comprá-lo pelo preço de R$ 899. O que você achou do equipamento? Você acredita que o futuro da educação pode começar com uma iniciativa como essa? Diga para nós na seção dos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: