O mercado de tecnologia automotiva está a todo vapor, com várias empresas buscando seu espaço através de pequenas funcionalidades nos veículos. A bola da vez foi a Ford anunciando que, agora, o serviço “Alexa” da Amazon será utilizado em seu sistema de infotainment atual, o Sync 3.

Funcionando como uma espécie de “Siri” da Amazon – e fazendo uso de um dispositivo para reconhecimento de voz e de comandos, chamado de Amazon Echo –, o serviço permite que o usuário utilize comandos de voz para desempenhar ações ou solicitar informações. Exemplos disso são o nível de combustível do veículo ou controlar funções de GPS e também de dispositivos inteligentes em sua casa – além, é claro, de permitir que você compre coisas na gigante do varejo, algo com o qual os usuários da Alexa como assistente em casas inteligentes já estão habituados.

A integração do veículo com itens de casa, parte do conceito de Internet das Coisas, não é bem uma novidade, já que a Google oferecia uma funcionalidade parecida com o Google Assistant. Entre o que pode ser controlado remotamente está o acendimento das luzes, música, climatização da residência e abertura da garagem.

O contrário também acontece: você pode emitir comandos de dentro da sua casa para que o carro seja ligado ou tenha as portas trancadas. A parte inédita do serviço nos carros da Ford é a capacidade de fornecer destinos quando solicitados, o que significa que a Alexa pode, por exemplo, prover uma lista de restaurantes próximos quando solicitado.

O serviço chega aos carros equipados com o sistema Sync 3 na metade de 2017 nos Estados Unidos.

Cupons de desconto TecMundo: