O Google Tango, tecnologia que usa realidade aumentada com novas funcionalidades em dispositivos móveis, chegou ao mercado no final do ano passado com o smartphone Lenovo PHAB2 Pro e, nesta quarta-feira (4), também marcou presença no lançamento do ZenFone AR, da ASUS, durante a CES 2017. Para impulsionar o projeto, a companhia de Mountain View fez questão de destacar o que vem por aí, pois a novidade ainda carece bastante de aplicativos.

“Além de aumentarmos o número de dispositivos, esperamos ter dezenas de apps dedicados ao Tango nos próximos meses. Temos alguns jogos clássicos com adaptação de realidade aumentada na Play Store, incluindo Hot Wheels e Dominos. Também já oferecemos utilitários para visualizar produtos, como o Wayfarer e o Lowes”, disse o Diretor de Engenharia do Google Tango, Johnny Lee, durante a feira.

Como exemplo, Lee mostrou no evento um novo software capaz de simular como uma peça de roupa da GAP serviria no consumidor. “Ao longo de 2017 estaremos junto dos desenvolvedores, encontrando parceiros que realmente queiram criar novas experiências, com apps e games mais interessantes”, completou.

Ecossistema em desenvolvimento

Para quem não conhece, o Tango nasceu para tornar mais abrangente a interação entre realidade aumentada e usuário. A tecnologia rastreia movimentos por meio de acelerômetro e giroscópio, aprende com as informações do ambiente e é capaz de detectar distâncias, tamanhos e superfícies com uma profunda percepção. Contudo, como toda novidade, ainda carece de mais aplicativos e aparelhos rodando.

Até agora o projeto soma 30 apps na Play Store nacional, a maioria jogos simples. Com o crescente interesse dos usuários de Android e de empresas, como o do setor de automóveis — a BMW vem testando em sua área de vendas —, é possível que a plataforma tenha aumento expressivo nos próximos meses.

Cupons de desconto TecMundo: