A AMD também esteve presente na CES 2015 trazendo as suas novidades para o ano que se inicia. Ao menos por enquanto, a principal aposta da empresa é a tecnologia FreeSync, similar ao NVIDIA G-Sync, que permite que monitores e GPUs trabalhem na mesma frequência, resultando em imagens fluidas.

O principal diferencial em relação à tecnologia da NVIDIA é o fato de que o FreeSync não exige um novo hardware, sendo compatível com o padrão DisplayPort. Entretanto, essa função não está habilitada nos modelos disponíveis na atualidade. Ao longo de 2015, pelo menos 11 novos monitores compatíveis com a tecnologia devem chegar ao mercado.

NA CES 2015, tivemos a oportunidade de conferir de perto o resultado apresentado pelas marcas LG, Samsung e BenQ. Em nossos testes, realizados em ambientes e condições controlados, os resultados se mostraram muito satisfatórios, deixando uma boa expectativa para os produtos finais que devem chegar ao mercado neste ano.

A parte ruim é que só as placas que utilizam a tecnologia mais recente da AMD devem ser compatíveis, como a R9 290X e a R9 285. Já modelos “remarcados” da geração anterior, como a R9 280X (versão modificada da Radeon HD 7970), não devem funcionar com o Freesync.

Os novos monitores serão mais caros que modelos convencionais por causa do recurso, mas a AMD garantiu que eles vão custar menos que monitores com G-Sync.

Cupons de desconto TecMundo: