Poucas câmeras são capazes de processar a capacidade do cartão. (Fonte da imagem: Reprodução/PataPixel)

A Lexar anunciou logo no início desta semana que, ainda durante o primeiro trimestre deste ano, as prateleiras dos mercados vão oferecer aos seus consumidores o cartão com “a maior capacidade de armazenamento já lançado (256 GB)”. Pois a mesma companhia revelou ontem (07) que vai passar a fabricar em série também o “CompactFlash mais veloz do mundo”.

Durante sua apresentação, realizada na CES 2014, a companhia falou mais acerca do Lexar 3333x CFast 2.0, cartão que deverá contar com a fantástica taxa de transferência de 500 MB/s. Conforme esclarece a empresa, versões do CFast 2.0 de 32 GB, 64 GB, 128 GB e de 256 GB serão lançadas em algum momento do primeiro trimestre deste ano.

Acontece, porém, que os dispositivos existentes atualmente no mercado não são compatíveis com tamanha velocidade de trabalho do cartão. É claro que um espectro pequeno de câmeras capazes de trabalhar com o tal cartão existe (é o caso da "recém-lançada" Arri Amira, equipamento de gravação profissional capaz de capturar imagens a 200 quadros por segundo).

Então por que esta leva de cartões supervelozes está prestes a dar as caras no mercado? Acontece que uma nova onda de câmeras DSLRs pretende inaugurar outros horizontes nos quesitos foto e filmagem. Fique ligado no Tecmundo e acompanhe mais de nossas atualizações.

Cupons de desconto TecMundo: