A IDC publicou na última terça-feira (25) um novo relatório em que reduz suas expectativas para o mercado de smartphones em 2015. A companhia atribui a diminuição no número de unidades previstas à desaceleração da economia chinesa, que deve impactar o mercado global como um todo.

A empresa espera que, até o final deste ano, o Android esteja presente em 81% dos aparelhos enviados às lojas — o sistema da Google deve manter sua dominância pelo menos até o ano de 2019. Entre os fatores que estimulam o crescimento da plataforma está o fato de que ela consegue atingir mercados que são bastante suscetíveis a mudanças de preços, como a China e a Índia.

“Os mercados com as maiores oportunidades de crescimento são extremamente sensíveis a preços, cenário que o IDC acredita que não vai mudar, e essa é a principal razão pela qual a Apple vai ser desafiada pelo Android no período avaliado”, afirma a companhia de pesquisas em seu relatório.

“Mesmo se a Apple fosse introduzir um novo iPhone de baixo custo, a IDC acredita que o preço vai ter dificuldades em competir com o praticado por empresas baseadas no Android que se focam na faixa de preço de US$ 200 ou menos”, continua o texto. A previsão é que 1,16 bilhão de aparelhos com a plataforma da Google sejam vendidos neste ano, enquanto 223,7 milhões de smartphones com o iOS devem ser comercializados no mesmo período.

Cupons de desconto TecMundo: