Você provavelmente faz parte de um desses três grupos: os nascidos na era dos smartphones, os nascidos na era dos celulares e os nascidos na era do telefone fixo. Se você está no primeiro grupo, sabia que o primeiro smartphone já feito é mais velho que você? Sim, o primeiro celular inteligente já vendido no mercado completou 21 anos nessa semana.

Em 1992, durante a COMDEX, em Las Vegas, nos EUA — esse evento é o pai da CES, que ocorre atualmente —, a IBM anunciou o Simon. Na época, ele era chamado de "computador pessoal" e chegou ao mercado no dia 16 de agosto de 1994.

As especificações técnicas do Simon eram muito boas na época: uma tela monocromática iluminada de 4,7", sensibilidade ao toque por meio de uma caneta e resolução de 230x60. Além disso, ele trazia um processador com apenas um núcleo Vadem 16 MHz (16-bit).

Porém, a história dele não é muito vitoriosa e o aparelho também não foi algo que vendeu como água — infelizmente. Já imaginou como provavelmente seriam os smartphones hoje se a introdução em massa viesse mais cedo?

Razão do fracasso

O que impediu um grande sucesso para o Simon foram dois fatores: 508 gramas de peso (sim, mais do que meio quilo) e o preço de US$ 899, o que dá cerca de R$ 3,1 mil em conversão atual. Para efeito de comparação, o Samsung Galaxy S6 Edge pode ser comprado por US$ 650 nos EUA, que são R$ 2,2 mil em conversão direta (mas, com impostos, o S6 Edge custa R$ 4 mil aqui no Brasil).

Abaixo, você acompanha uma galeria com mais imagens do IBM Simon.

Você é mais velho que o smartphone mais antigo já feito? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: