Cada vez mais, os sites e serviços provedores de internet têm sido forçados a encarar a realidade de que seus usuários passaram a utilizar consideravelmente mais seus smartphones do que os outros meios existentes para acessar a web. Segundo um estudo do Pew Research Center, quase um em cada cinco residentes adultos nos Estados Unidos dependem dos celulares inteligentes para navegar pela rede.

Conduzida em outubro de 2014, a pesquisa perguntou aos cidadãos maiores de idade se o fato de eles utilizarem seus smartphones para ficar online era devido a ausência de internet de alta velocidade em suas casas ou se era devido a ausência de outras opções para pode navegar. Enquanto 19% dos entrevistados tenham dito que somente uma dessas duas condições se aplicava a eles, 7% do total afirmou que ambos os pontos eram corretos.

Esse número se torna particularmente significativo quando consideramos a dificuldade que é depender de conexões de redes móveis para fazer muitas coisas na internet. Entre os participantes, 49% disse que ocasionalmente o conteúdo que tentam acessar não aparece como devia e 36% admitiram que por vezes chegaram a atingir seu limites de dados. Do total, 47% afirmaram que já deixaram de usar seus celulares por falta de sinal.

Minorias em peso

O estudo do Pew também confirmou que o uso predominante de smartphones para acessar a internet está ligado à idade, classe social e até mesmo à etnia dos norte-americanos. A pesquisa indica que 15% dos estadunidenses com idades entre 18 e 29 anos “dependem pesadamente” dos celulares para ficar online.

Nas residências com rendas anuais inferiores a US$ 30 mil, 13% das pessoas usam smartphones para entrar na web, o que é bastante considerável quando comparado com a porção que usa os celulares em casas com rendimentos maiores a US$ 75 mil, que é de 1%. Além disso, o Pew contanto que somente 4% dos brancos precisam dos aparelhos móveis para navegar, bem menos que os 12% entre os afrodescendentes e 13% dos latinos.

A pesquisa não contemplou a situação de países emergentes, mas se o uso dos smartphones como meio primário de entrar na internet está aumentando em uma nação rica como os EUA, é apenas lógico supor que a situação é ainda mais relevante no Brasil – país famoso por seus dispositivos eletrônicos caros. Por esse mesmo motivo, se torna cada vez mais necessário pensarmos seriamente sobre as regras que governam os serviços de redes móveis.

Cupons de desconto TecMundo: