A Coreia do Sul achou uma solução tecnológica na tentativa de combater a alta taxa de suicídios entre jovens no país: aplicativos para celular. Os serviços lançados recentemente por lá são direcionados aos pais e avisam quando os filhos podem estar em risco de cometer o ato.

Desenvolvidos pelo governo local, os apps detectam palavras-chave pesquisadas quem tenham relação com tendências suicidas — de postagens em redes sociais a buscas em sites gerais no PC. Caso uma alta taxa de aparecimento desses termos seja detectada, os pais recebem uma mensagem com o relatório.

O Ministério da Educação da Coreia do Sul afirma que o uso dos apps não é obrigatório, mas espera uma alta adesão. Em breve, a divulgação sobre o serviço deve começar nas escolas. Antes, porém, o governo enfrentará opiniões contrárias, já que há alegações de que a ferramenta consiste em invasão de privacidade.

Ao todo, 878 estudantes tiraram a própria vida entre 2009 e 2014, com um aumento preocupante no ano passado. Problemas domésticos, depressão, estresse relacionado aos estudos e a carreira são as principais causas. Em uma pesquisa feita pela Korea Health Promotion Foundation no ano passado, metade dos adolescentes de 14 a 19 anos confessou ter pensado em suicídio ao menos uma vez.

Cupons de desconto TecMundo: