A Qualcomm Technologies, gigante no ramo de fabricação de chipsets para dispositivos mobile, afirma que a utilização de seus processadores Snapdragon poderia ajudar a desmotivar os ladrões a roubarem celulares.

De acordo com a empresa, um sistema de “kill switch“ que envolvesse o hardware seria bem mais seguro e eficaz do que um apenas ligado ao software, já que os criminosos poderiam usar a restauração do padrão de fábrica ou outros programas para reutilizar o aparelho. Por isso, ela está desenvolvendo o Qualcomm SafeSwitch.

“A tecnologia Qualcomm SafeSwitch permitirá com que os usuários de dispositivos com suporte ao SafeSwitch bloqueiem remotamente seus aparelhos, caso sejam perdidos ou roubados, e então os desbloqueiem se forem encontrados”, diz o site oficial da empresa.

“Uma das vantagens do kill switch da solução Qualcomm é que os comandos do SafeSwitch são verificados pelo hardware, fazendo dos potenciais ataques (tanto os bloqueios mal-intencionados quanto telefones roubados) sejam menos viáveis”, explica o anúncio.

 A partir de 2015

A ideia vem na onda da nova lei do estado da Califórnia que requer a inclusão do sistema de autodestruição em todos os celulares vendidos dentro de sua jurisdição. A empresa já está trabalhando nessa tecnologia e diz que ela pode começar a aparecer nos celulares a partir de 2015 — podendo também ser disponibilizada para alguns aparelhos mais antigos.

Entre os obstáculos para a implementação, está a parceria com as fabricantes e operadoras — as negociações ainda não aconteceram, mas o vice-presidente da empresa, Raj Talluri, disse que as conversas estão sendo marcadas.

Cupons de desconto TecMundo: