Os telefones celulares estão cada dia mais comuns e, ao mesmo tempo em que o consumo deles aumenta, cresce também o número de roubos dos pequenos eletrônicos. Praticamente todo mundo conhece alguém que passou por uma situação desse tipo — ou então já foi vítima de algum ladrão. Mas quais são as técnicas mais utilizadas pelos bandidos que se especializam em roubos de celulares?

É o que nós vamos mostrar hoje para você. Nosso objetivo é apresentar algumas das técnicas mais comuns para que você consiga identificar possíveis ameaças e fique sempre protegido de qualquer bandido. É mais do que essencial estar sempre atento a qualquer movimento — lembrando-se também de que reagir não é uma solução muito segura na grande maioria dos casos.

1. “Passou correndo e eu nem vi!”

Essa talvez seja a técnica menos discreta de todas, mas é uma das mais efetivas porque faz com que as vítimas fiquem sem reação até que entendam exatamente o que aconteceu. O bandido geralmente percebe a vulnerabilidade da vítima e corre em direção a ela — isso é muitas vezes realizado com a vítima de costas para o bandido, que se aproveita da “invisibilidade” momentânea.

É aí que a ação criminosa acontece. O ladrão corre em alta velocidade e arranca o celular das mãos da vítima — pode ser de apenas uma mão durante uma ligação ou mesmo das duas quando há a distração por causa de um texto que está sendo digitado. Infelizmente é difícil perceber o ato em tempo para correr e recuperar o bem e poucas pessoas oferecem ajuda. Por isso é importante manter os olhos bem abertos.

2. Distração

Este truque geralmente envolve mais de um bandido e também é de difícil percepção. Imagine a seguinte situação: uma pessoa para você na rua para pedir informações sobre qualquer banalidade — pode ser um endereço ou mesmo as horas. Assim que você responde, segue o seu caminho tranquilamente. Alguns metros mais à frente você decide responder alguma mensagem e percebe que seu celular não está mais onde deveria estar.

O que aconteceu? A menos que você tenha perdido o smartphone sozinho, há grandes chances de que você tenha sido enganado. Se o seu celular fica guardado no bolso de trás da calça ou em uma bolsa que não o esconde completamente, esta técnica de roubos pode fazer de você uma vítima potencial.

Em resumo: ladrões em duplas escolhem uma vítima e atacam! Um distrai e o outro rouba quando o dono do celular não está prestando atenção nos próprios itens.

3. “Acidentes” acontecem

O terceiro truque dos bandidos que vamos apresentar aqui é uma mistura dos dois primeiros exemplos. Trata-se de um método que também exige duas ou mais pessoas dispostas a sujar a ficha criminal, mas não é preciso que as vítimas estejam totalmente distraídas. Isso acontece porque um bandido não vai pedir informação, mas sim esbarrar com força em quem terá o celular roubado.

Se você perceber que alguém está por perto e pode atingir você com uma “ombrada”, segure forte o seu celular e faça de tudo para desviar. Se isso não acontecer, há grandes chances de o seu aparelho cair no chão e, enquanto o bandido que esbarrou em você pede desculpas, outro estará pronto para pegar o aparelho e sair da cena com muita velocidade. Cuidado com esses “espertinhos”.

4. A blusa na mão

Os dois últimos truques dos bandidos são mais utilizados em estações de metrô, ônibus lotados e outros pontos em que bastante aglomeração de pessoas, pois eles exigem que o criminoso possa ser ocultado pelo grande volume de possíveis vítimas. A dica que fica para este primeiro caso é: desconfie de qualquer pessoa que pareça desconfortável e que esteja com uma blusa — ou qualquer outro tecido maleável — cobrindo uma das mãos.

Como acontece o roubo? O ladrão se aproveita da aglomeração de pessoas para chegar mais perto da vítima. Nesse momento, ele faz com que a blusa seja colocada sobre a bolsa ou esconda ações ilícitas. Literalmente “por baixo dos panos”, o bandido utiliza a outra mão para abrir bolsas e roubar celulares, havendo alguns ainda mais ousados que decidem fazer isso em bolsos de calças e blusas. Quando alguém perceber, já vai ser tarde.

5. Caiu no sono, perdeu

Também em locais em que há muitas pessoas, o que acontece neste caso é um “aproveitamento da situação”. Muitos ladrões se aproveitam do cansaço das vítimas para que possam roubar seus celulares em ônibus cheios ou mesmo em locais ainda mais públicos, como praças e parques. Por isso, lute para manter-se acordado quando estiver no ônibus — ou então guarde seu celular em um local bem seguro.

Vale dizer que este truque não é exatamente um truque — a menos que antes dele você seja atingido por um ladrão que também possui o dom da hipnose. Na realidade há casos em que o bandido também nem é tão bandido assim e está prestes a se tornar um — fazendo com que o ditado de que “a ocasião faz o ladrão” seja mais do que verdadeiro.

.....

Vale dizer que há vários outros métodos utilizados pelos ladrões de celular, mas estes são os mais comuns em todo o Brasil. Por isso é muito importante ficar atento a todos os que estão em sua volta e usar o aparelho apenas em ambientes seguros. Será que vai ser mais fácil se proteger dos bandidos agora?

Ilustrações por: Aline Sentone

Cupons de desconto TecMundo: