(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Com a compra da Nokia pela Microsoft anunciada ontem, a empresa finlandesa mantém a posse de seu nome, mas passa as marcas Lumia e Asha para o controle da companhia de Bill Gates. A troca de posse certamente acarretará mudanças no futuro e ao menos uma delas já tem forma concreta: os dispositivos terão nomes mais curtos.

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, citou o dispositivo de ponta da fabricante de celulares como um exemplo da necessidade de um marketing mais simples e unificado. “Nós provavelmente somos capazes de criar um nome melhor do que ‘Nokia Lumia Windows Phone 1020’, mas por conta da posição das empresas e da natureza independente de seus negócios não tínhamos conseguido reduzi-lo”, afirmou.

Pode-se esperar que a marca Nokia desapareça dos nomes dos novos smartphones da Microsoft, mas não se sabe se a empresa irá manter as linhas Lumia e Asha vivas ou se irá substituí-las por suas próprias marcas, criando algo como um Surface Phone, por exemplo. Só o tempo dirá.

Cupons de desconto TecMundo: