(Fonte da imagem: Divulgação/Gradiente)

No ano passado, a Gradiente lançou uma linha de smartphones chamada "IPHONE", fato que gerou bastante polêmica e incomodou alguns dos fãs da Apple. Depois de um pouco de confusão e da explicação da companhia brasileira, a empresa da Maçã perdeu o direito de usar o nome “iPhone” no Brasil.

Agora, a Gradiente é a dona oficial deste termo, mas só pode usá-lo em situações que façam referência a celulares. O responsável por essa decisão foi a Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), sendo que o comunicado oficial sobre o assunto vai ser feito até o dia 15 de fevereiro.

O INPI levou em consideração o fato de que a Gradiente já havia registrado o nome "IPHONE" em 2000, mais de cinco anos antes de a Apple lançar o seu smartphone. Além disso, o Instituto não se importou com a escrita em caixa alta ou baixa, já que o nome continua sendo o mesmo.

A Apple pode ter problemas com isso...

De acordo com a lei, a Gradiente tem o direito de entrar na justiça para que a Apple pare de usar o nome "iPhone" dentro do Brasil. No entanto, isso vai depender da vontade dos gestores da empresa, já que essa iniciativa não é obrigatória.

Por conta desse problema, é bastante provável que a Apple entre com um acordo financeiro para continuar usando o nome oficial do seu smartphone. Quando procurada para falar sobre o assunto, a empresa da Maçã preferiu não se pronunciar.

Cupons de desconto TecMundo: