A lei absurda vai proibir que smartphones e celulares de qualquer tipo sejam vendidos para menores de 13 anos de idade 

Um norte-americano arrependido de ter dado smartphones para seus filhos pequenos resolveu criar uma organização com o propósito de conseguir assinaturas suficientes em um abaixo-assinado para – respire fundo – proibir o uso de celulares entre menores de 13 anos.

A organização, chamada “Parents Against Underage Smartphone” (“Pais contra o uso de smartphones por menores”) e que carrega a terrível sigla PAUS, teve seu texto de proposta aprovado e agora precisa de 100 mil assinaturas para que o projeto possa ser votado pelos legisladores do estado do Colorado.

Caso chegue a ser aprovada, a lei absurda vai proibir que smartphones e celulares de qualquer tipo sejam vendidos para menores de 13 anos de idade e até para pessoas que tenham a intensão de fornecer o aparelho para uma criança ou um pré-adolescente.

Crianças não deveriam ser proibidas de usar celulares

Frustrado e antiquado

Segundo o criador da ideia, Tim Farnum, o apoio de outros pais à possível lei foi “esmagador”, apesar de a publicação Coloradoan ter mostrado que muita gente também estaria contra. O exagero de seus filhos no uso dos celulares deixou Farnum incomodado e impressionado com o que ele chegou a comparar ao vício no crack.

No site oficial da PAUS, vários dados sobre os malefícios do uso dos smartphones não podem ser comprovados por nenhum estudo científico, e tudo é muito mais baseado na experiência particular e frustrante de Tim Farnum. Como será que uma medida como essa seria recebida aqui no Brasil? Deixe sua opinião aqui nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: