Com a popularização dos aplicativos de mensagem e redes sociais, é difícil encontrar uma pessoa que utilize o smartphone para fazer ligações todos os dias. E com o aumento no uso da internet na rede móvel, as operadoras passaram a oferecer planos de todos os tipos: desde os mais simples, com pouca franquia, até os ilimitados, que não restringem a quantidade de dados.

No entanto, ter um pacote de internet - seja ele pré ou pós-pago - para celular no Brasil pode encarecer bastante sua conta mensal de telefone, já que os contratos mais baratos têm valor médio de R$ 50. Logo, é fundamental saber como economizar nos dados usados pelos serviços conectados no seu aparelho. Abaixo, separamos cinco dias para te ajudar nessa tarefa.

Pesquise qual plano é o suficiente para você

É claro que, como consumidores, todos queremos um plano que atenda nossas necessidades. Contudo, nem sempre ter o melhor pacote signifique que você está economizando. Por isso, calcule quanto você usou de internet móvel nos últimos meses e veja se vale mesmo a pena pagar mais caro. Em muitos casos, você pode não ter utilizado toda a sua franquia e está excedendo os gastos. Se optar por um plano mais barato e ultrapassar o limite de dados disponível naquele mês, é possível contratar Megabytes (Mb) ou Gigabytes (Gb) separadamente.

Defina alertas de dados e limites 

Para tentar controlar o uso de dados no celular, você pode programar avisos que irão te alertar sobre a quantidade utilizada mensalmente. São pequenas estatísticas que se redefinem automaticamente a cada período de faturamento; basta informar a data em que vence sua fatura para que o smartphone informe sempre que a franquia estiver perto de chegar ao fim.

No iOS, para checar o uso de dados, acesse Configurações > Celular > Uso de dados no celular. Já para resetar as estatísticas, vá para Configurações > Celular e depois em Restaurar Estatísticas, bem no final da página. 

Enquanto isso, no Android, também é possível verificar o uso de dados, como no iOS. A diferença é que o sistema operacional móvel do Google permite definir alertas e limites. Acesse Configurações > Uso de dados para visualizar uma tabela com seu uso de dados por um período específico de tempo. Logo abaixo há uma relação de todos os aplicativos que fazem ou fizeram uso da rede e quantos Mb eles já usaram. Você pode marcar a opção "Definir limite de dados na rede de celular", que vai bloquear a utilização do seu plano ao zerar a franquia contratada, ou clicar no menu superior no canto direito e selecionar "Restringir dados de 2º plano", em que apenas alguns apps e serviços só funcionarão se você estiver conectado à uma rede Wi-Fi.

Tanto no iOS quanto no Android, você ainda pode definir que atualizações só sejam baixadas quando estiver conectado ao Wi-Fi, e também desativar o uso de dados móveis sempre que não precisar dele. Lembre-se que, mesmo em segundo plano, os aplicativos consomem internet caso a rede móvel esteja ligada.

Utilize o Wi-Fi sempre que possível 

Essa é um tanto óbvia, mas sim: usar uma rede Wi-Fi em vez da móvel é uma das melhores alternativas na hora de economizar seu plano de dados no celular. Algumas operadoras oferecem também hotspots próprios, em que o dispositivo se conecta automaticamente sempre que a rede estiver dentro de um determinado alcance.

Em contrapartida, não é recomendável utilizar redes públicas desconhecidas, principalmente as que não exigem senha. Portanto, verifique no local em questão se aquela rede possui alguma segurança. Se mesmo assim você estiver à procura de uma rede aberta, há o aplicativo WiFi Finder, que encontra pontos de conexão próximos de você. A ferramenta tem versões para iOS e Android.

Assine serviços de streaming com opções off-line

Os maiores devoradores da internet móvel no celular são os vídeos. E não é para menos: pesquisas recentes mostram que Facebook e YouTube são os dois aplicativos mais usados no smartphone em todo o mundo. Neste caso, procure utilizar ferramentas que ofereçam conteúdos offline, uma vez que, conectado a uma rede Wi-Fi, podem ser assistidos posteriormente sem estar ligado à internet. A única exigência é que você tenha um espaço livre considerável no aparelho, pois esses arquivos ocupam muito do armazenamento interno.

Entre os serviços de vídeo que já contam com esse recurso estão a Netflix, que lançou a novidade há alguns meses, e o YouTube Red, versão paga do site do Google, mas que ainda não está disponível no Brasil. Apps de música, como Apple Music, Google Music e Spotify, também permitem salvar listas de reprodução para ouvir no modo offline.

Configure seu navegador 

Hoje é difícil encontrar sites que não possuam versão mobile, e os próprios navegadores para celular acessam preferencialmente esse modelo - as versões desktop gastam muito mais internet do que as versões móveis. Além disso, mesmo ocupando uma quantidade razoável de armazenamento, o cache do browser pode ser bem útil porque o telefone não precisará baixar novamente imagens de sites visitados com frequência.

Falando mais especificamente, você também pode considerar o uso de um navegador como o Opera Mini, projetado para compactar dados e reduzir de forma significativa a utilização de dados durante a navegação. O app tem versões para Android e iOS.

Cupons de desconto TecMundo: