A MWC 2016 foi palco de um anúncio interessante feito pela Obi Worldphone, a companhia criada pelo ex-presidente da Apple John Sculley. O smartphone, chamado MV1, é um aparelho voltado para o público emergente, trazendo um hardware de entrada e duas opções de sistema operacional – Android 5.1 Lollipop e Cyanogen OS, mais exatamente.

Muitos de nossos leitores, a esse ponto, já devem estar pensando que um aparelho com essa proposta não é nem de longe uma novidade. Mas é aí que vem uma das principais diferenças do MV1 (e dos outros dois aparelhos anunciados anteriormente pela Obi) em comparação à grande maioria dos modelos focados nesse mercado: este dispositivo não vem com o objetivo de ser o mais barato possível, trazendo algo com um acabamento mais refinado.

A diferença do MV1 já é bastante óbvia em seu visual. O smartphone aposta em um design curioso, com bordas arredondadas em sua maior parte e um topo reto, bem como uma tela com cantos arredondados que se destacam do resto da carcaça; a ideia, de fato, lembra consideravelmente a de vários modelos da linha Lumia, embora o MV1 também tenha semelhança com dispositivos como o iPhone.

Beleza por desempenho

Obviamente, como o aparelho ainda foi desenvolvido para o mercado emergente, a empresa não podia simplesmente lançar um aparelho acima da marca dos 200 dólares. Isso quer dizer que alguns “cortes” foram necessários na parte do hardware: o MV1 vem com uma tela de 5 polegadas com resolução 720p, apenas, bem como um processador Snapdragon 212 quad-core de 1,3 GHz. Ao menos há como escolher entre versões com 1 ou 2 GB de memória RAM.

Confira o resto das especificações do MV1 logo abaixo:

  • Tela: LED IPS 5 polegadas com proteção Corning Gorilla Glass 3
  • Resolução de tela: HD (1280x720 pixels)
  • Densidade de pixels: 294 ppi
  • Sistema operacional: Android 5.1 (Lollipop) com interface Obi Lifespeed (Cyanogen OS 12.1.1 opcional)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 212 quad-core de 1,3 GHz
  • GPU: Adreno 304
  • Memória RAM: 1 GB (2 GB opcional)
  • Armazenamento interno: 16 GB
  • Armazenamento externo: cartões micro SD de até 64 GB
  • Câmera traseira: 8 MP OmniVision OV8865 com foco automático e flash LED
  • Câmera frontal: 2 MP
  • Gravação de vídeo: 1080p a 30 fps
  • Conectividade: 4G LTE, Bluetooth 4.1, WiFi 802.11 b/g/n, porta micro USB 2.0
  • Bateria: 2.500 mAh Li-ion para até 10 dias em stand by, 3 horas de conversação, 6 horas de navegação online, 28 horas de reprodução de música ou 8 horas de reprodução de vídeo
  • Peso: 149 g
  • Dimensões: 7,26 cm de largura x 14,56 cm de altura x 0,895 cm de espessura
  • Suporte a Dual-SIM
  • Cores disponíveis: preto, branco, vermelho

Como deve ficar bastante claro pelos dados acima, o aparelho não deve concorrer mesmo com os aparelhos de médio desempenho atualmente no mercado. Mas ao menos ele compensa bastante para quem busca um smartphone de entrada, custando apenas US$ 149 (R$ 591, em uma conversão simples e sem impostos) em sua versão mais básica.

Se interessou pelo MV1? Então é só esperar, pois a Obi já disponibilizou o smartphone na Ásia e na África; a América Latina e a Europa, por sua vez, devem recebê-lo a partir de março.

Você compraria um smartphone como o Obi MV1? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: