O Governo da França pretende lançar um carro elétrico de pequeno porte que poderá ser adquirido por cerca de US$ 7,5 mil (algo em torno de R$ 28,3 mil). A afirmação foi feita por Marie Ségolène Royal, ministra de Ecologia, Sustentabilidade e Desenvolvimento do país, durante a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, evento realizado em Paris que termina no dia 12 deste mês.

Leve, pequeno e capaz de ser recarregado rapidamente, o veículo “poderá não se parecer com os carros elétricos tradicionais”. A ministra afirmou que o objetivo é “criar um automóvel para as pessoas” e sugeriu que o preço mínimo para aquisição do carro pode chegar até mesmo aos US$ 5,3 mil (R$ 20 mil).

Segundo Ryal, a competição estimularia o desenvolvimento de novas tecnologias de produção de materiais e baterias para a popularização da frota de veículos elétricos. “Em países emergentes, o crescimento da classe média indica que há mais carros sendo comprados, e a maioria deles usa combustíveis fósseis. [A chegada de um elétrico] é uma solução muito atrativa”, comentou a política.

O anúncio feito por Royal não é o primeiro do tipo: quando lançou o elétrico e20 por US$ 15 mil (ou quase R$ 57 mil), a Índia não registrou sucesso em sua tentativa de popularizar o automóvel frente aos modelos que rodam por combustão.

Apenas uma questão de tempo

Os custos de produção das baterias para carros elétricos, porém, caíram entre os anos de 2007 e 2014, o que pode viabilizar o surgimento de uma frota "ecologicamente correta". Para que os BEVs (veículos de bateria elétrica) possam competir com os carros de combustão interna, o custo de produção das baterias deve cair para menos de US$ 150 por kWh (Quilowatt-Hora) – em 2013, o Tesla Model S chegou a estabelecer a notável relação de cerca de US$ 310 por kWh.

Tesla Model S.

Nesse sentido, vale lembrar também o que disse Björn Nykvist, pesquisador de um estudo divulgado pelo The Wall Street Journal, ainda neste ano: “é muito cedo para dizer com certeza, mas está claro que as inovações dos sistemas de bateria íon-lítio para todas as aplicações (eletrônicos, carros, estações de recarga fixas) estão conectadas e se beneficiam da mesma pesquisa e aprendizado no correr do tempo”.

Vamos abastecer nossos próprios carros a partir de estações de recarga instaladas na parede de garagens algum dia? Saiba mais sobre a chegada iminente dos veículos elétricos por meio desta página.

...

Carros híbridos ou puramente elétricos? Qual é o futuro do setor automotivo? Comente no Fórum do TecMundo