O projeto já estava em desenvolvimento há algum ano, mas foi somente na CES de janeiro deste ano que o mundo ficou conhecendo o Elio. O carro possui apenas três rodas e, ao contrário do que muitos pensam, motor a combustão — não sendo utilizado um motor elétrico.  Não cometendo o erro de conceitos do passado, ele traz o eixo de duas rodas na frente, o que facilita a estabilidade em velocidades mais altas. 

O projeto da Elio possui uma série de recursos de segurança usados em carros comuns — desde airbags até freios com maior capacidade de desaceleração.  Segundo os fabricantes, ele vai chegar ao mercado por US$ 6,8 mil e pode fazer até 36 quilômetros com um litro de gasolina. Isso significa que a autonomia dele é bem maior que a de modelos mais potentes.

O que ainda não se sabe é qual a velocidade máxima do veículo, mas estima-se que ela fique um pouco acima do que oferecem os motores elétricos presentes no mercado. Com a produção marcada para ser iniciada já no ano que vem, espera-se que o veículo comece a ser vendido no mesmo ano. Será que ele vai fazer sucesso no mercado americano?