A cada dia que passa a tecnologia ganha mais espaço dentro dos carros, especialmente no tocante à segurança dos passageiros. Um mecanismo que tem se desenvolvido muito nos últimos anos é o chamado sistema de frenagem automática. Basicamente, o veículo possui sensores e processadores que detectam uma colisão e acionam os freios de imediato, sem que o motorista precise pisar no pedal. Contudo, imprevistos acontecem.

Recentemente, nós publicamos que durante um teste uma unidade do Volvo XC60 não reagiu como o esperado e acabou atropelando duas pessoas. Nesse caso, foi descoberta uma falha humana na ativação desse recurso.

Porém, equipamentos eletrônicos também estão suscetíveis a erros. Prova disso é uma investigação que está sendo realizada pela Administração de Segurança de Tráfego Rodoviário dos EUA. O órgão está apurando nove reclamações de acionamento inesperado dos freios do modelo 2014 do Jeep Grand Cherokee.

De acordo com o documento publicado por essa instituição, os incidentes aconteceram em diferentes lugares e com distintas condições da rodovia, excluindo a possibilidade de um determinado ponto de uma rua, por exemplo, estar ocasionado a falha nos carros.

Além disso, dois dos compradores do SUV de luxo da marca alegam que sequer havia objetos, obstáculos ou outros veículos na pista à frente. Conforme os relatos, o alerta de proximidade de colisão foi acionado, sendo seguido pela ativação do sistema de frenagem automatizada. Felizmente, até o momento, nenhum dos incidentes registrados resultou em colisão.