O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) revelou como serão as placas de identificação dos automóveis que passarão a estar em todos os veículos registrados a partir de 2016 — aqueles que já possuem carros emplacados terão a opção de mudar ou permanecer com o modelo antigo. Não apenas o Brasil, mas também a Argentina, Paraguai, Uruguai, Paraguai e Venezuela adotarão o padrão.

Além das modificações na quantidade de letras e números, cor da fonte — de acordo com o tipo de carro —, brasões da cidade e do estado, as novas placas contarão com particularidades que dificultarão a falsificação das identificações, como marcas d’água grafadas na diagonal.

Outro elemento para impedir clonagens é a integração de uma tira holográfica e um código QR, que certificarão dados como data de fabricação, empresa fabricante e número de série. As medidas atuais (40 centímetros de comprimento por 13 centímetros de largura) permanecerão após a reformulação e motocicletas também farão parte do processo de mudança.