A ideia de ter um carro voador no estilo de "Os Jetsons" parece distante, mas algumas empresas estão acelerando a construção de modelos que servem tanto para a terra quanto para o ar — e que estão bem mais próximas da realidade do que da ficção. Além das iniciativas Terrafugia e GF7, a mais recente é a AeroMobil, que revelou a versão 3.0 do protótipo Flying Roadster.

O vídeo acima é impressionante e mostra como o veículo pode ser "montado" rapidamente para decolar em uma área aberta. Ele aparenta ser silencioso e de navegação fluída, além de fazer uma aterrissagem perfeita. Pelo tamanho, cabe em vagas normais de estacionamento, além de receber o mesmo combustível que carros (e ainda ser mais econômico quando está voando).

O carro é muito estiloso quando configurado para rodar em quatro rodas, tem capacidade para duas pessoas e, quando está no "modo avião", mais parece um caça do exército misturado com uma moto do Batman. Ele é capaz de atingir 200 km/h e roda tranquilamente por quatro horas ou 692 km. A ideia é justamente não fazer viagens curtas, pois carros voadores seriam uma necessidade em um mundo com apenas 3% das estradas devidamente pavimentadas, segundo a fabricante.

Atualmente, o modelo está em fase de testes de voo, encarando condições reais de clima e aerodinâmica — a versão 2.5 foi apresentada em 2013. A empresa afirma que o protótipo está muito próximo da versão que será comercializada, já contendo quase todos os materiais da composição final e as principais funções do modelo (equipamentos de aviação, piloto automático e um sistema de paraquedas). Ele já está devidamente regulado e certificado pela Federação Eslovaca de Voos de Ultraleves.