Os carros supersônicos, aqueles usados para quebrar recordes de velocidade, precisam ser máquinas muito duronas. Para poder chegar à marca necessária para ultrapassar a barreira do som (que é de 340 m/s ou 1.224 km/h), o veículo precisa ser constituído de peças muito resistentes.

Uma parte desse tipo de carro já pode ser produzida com a ajuda de uma impressora 3D. Porém, as rodas desse veículo demandam um processo de produção um pouco mais trabalhoso, que você pode conferir no vídeo a seguir.

Todo esse trabalho é necessário porque essa peça fundamental do carro terá que aguentar velocidades de até 1.600 km/h. A roda pesa mais de 100 kg, tem quase um metro de diâmetro e girará mais de 10 mil vezes por minuto. Para uma questão de comparação, a mesma peça em um carro de Fórmula 1 pesa cerca de 15 kg,  tem pouco mais de 30 centímetros e gira à 2.500 rpm.