(Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik)

Carros do futuro são material básico nos vários universos que a ficção científica até hoje nos apresentou, de forma que já tornou-se corriqueiro ver escritores, designers e cineastas arriscando seus palpites sobre como seria a aparência dos avançados automóveis em determinados períodos que ainda não chegaram. No entanto, ter uma empresa especializada na área conjecturando o visual dos modelos de seus próprios veículos décadas adiante não é algo que se vê todo dia.

Com expectativas mais sóbrias do que as da Sony prevendo seu PlayStation 9, a Audi elaborou um cockpit conceitual em que imagina formatos e funcionalidades do painel de um carro autônomo hipotético fabricado por ela daqui a 10 anos.

Visual à frente de seu tempo

O James 2025, nome dado ao protótipo, conta com diversos elementos retráteis que vão desde telas LED até o porta-copos. Com design minimalista e extremamente moderno — que lembra a produção visual de “Minority Report” com uma pitada de “Tron” —, o conceito também possui um volante especial que, quando entra no modo de piloto automático, muda de formato.

São três telas no computador de bordo que exibem múltiplos displays, informando dados como status do carro e GPS, além de permitir acesso a recursos online, tal como uso de redes sociais. Toda a navegação por seus cursores é baseada em um sistema de captação de movimentos, assemelhando-se muito à forma como se controla o Kinect.

CeBIT 2014

O Audi James 2025 foi mostrado pela primeira vez na Alemanha na semana passada, durante a CeBIT, maior exposição comercial de telecomunicações, tecnologia digital e informática do mundo. O presidente do Grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, apresentou o protótipo e disse que o desafio da indústria automobilística no momento é “tornar a mobilidade ainda mais inteligente e mais ligada junto à indústria de TI”.