Carros elétricos híbridos já são realidade, mas o mesmo não se pode dizer dos veículos que, fora a gasolina, usam também ar comprimido para se movimentar. A PSA Citroen Peugeot, por exemplo, deve lançar os primeiros protótipos do modelo acima só a partir de 2016.

O Hybrid Air é um carro que usa um tanque de ar comprimido no túnel para empurrar os pistões dentro do motor hidráulico e acioná-lo. Mas não dá para dispensar a gasolina: como atinge um máximo de 70 km/h, queimar esse tipo de combustível ainda seria necessário em longos trajetos. Para subir ladeiras e passear, entretanto, já seria possível apostar na alternativa ecológica – ou na combinação entre os dois tipos.

Para armazenar o ar, o motor utiliza um sistema de sucção que imediatamente comprime o material para uso posterior. O peso do carro ainda fica muito menor, já que o veículo dispensa uma bateria, como é o caso dos híbridos elétricos. Para fechar, há ainda a questão ecológica: o Hybrid Air tem uma economia de 49 quilômetros por litro de combustível.