Henrik Fisker é um sujeito bem genioso: antes da Tesla tomar a proporção monstruosa que ela tem hoje, o designer dinamarquês – que trabalhou em projetos como o Aston Martin DB9 e BMW Z8 – já exibia o seu Fisker Karma por aí, que, bem, não foi necessariamente um sucesso (e mesmo assim teve gente disposta a ressuscitar o projeto)

Mesmo assim, Fisker não deixou a peteca cair e anunciou no fim do ano passado que faria um novo carro, e ele está aqui: é o Fisker EMotion, uma mistura de Eletricidade com Movimento... Ou algo assim. A revelação oficial veio depois de alguns teasers que foram mostrando um pouquinho mais do carro.

O nome pode não ser o mais genioso, mas a proposta, definitivamente, é: com a ajuda de nanotecnologia e de elementos como o grafeno, a promessa é que o novo veículo elétrico consiga fazer 640 quilômetros por recarga. Além disso, o estilo EMotion não é nada mal também.

Fisker afimra que o EMotion poderá atingir 260 km/h de velocidade máxima, o que ainda não pode ser provado já que não se tem nada mais concreto além de imagens que dão uma ideia de como ele será por fora – não que isso seja ruim: as portas que abrem para cima, e o design arrojado, com linhas laterais bem marcantes, para-lamas levemente alargados, já são características bem interessantes para um veículo que vem com a responsabilidade de bater de frente com a Tesla.

Ainda assim, no papel tudo está muito bacana, nas palavras do próprio criador: “O Fisker EMotion terá uma estrutura composta de fibra de carbono e alumínio com uma integração inovadora de baterias. O carro usará uma tecnologia nova de baterias utilizando grafeno, sendo produzidas pela Fisker Nanotech, uma joint venture entre a Fisker Inc. e a Nanotech Energy”.

O único problema aqui é que, assim como o próprio EMotion, não há qualquer indício de que essas novas tecnologias sequer existam. De qualquer forma, Fisker afirma também que o carro virá com direção autônoma – só falta eles encontrarem alguém disposto a desenvolver o hardware necessário.

No fim das contas, e ao melhor estilo Henrik Fisker, pouca coisa concreta foi revelada a respeito do novo Fisker EMotion: o que se tem por enquanto, além do nome e de algumas fotos, é que uma série de promessas de novas tecnologias que ainda não foram demonstradas. Ah, Fisker também antecipou, através de seu twitter, que o carro terá mais espaço para os ocupantes da parte de trás do veículo também.

De qualquer forma, não se sabe ainda quando você terá que desembolsar para comprar um EMotion, mas o veículo será lançado de forma definitiva segundo trimestre de 2017, com as vendas começando pouco tempo depois.