E se você não precisasse ter que andar por aí com um carregador portátil pesado e desajeitado em seu bolso para ter a garantia de que seu celular ou tablet não vai acabar sem energia nas piores horas? Essa foi a ideia que levou a empresa Ion Techwear a desenvolver o Ion Belt, uma bateria de 3.000 mAh disfarçada cuidadosamente na forma de um cinto comum e discreto.

Como você pode notar pelo vídeo abaixo, usar o Ion Belt é extremamente simples. Para carregar o cinto, é só conectar a ponta da fivela (que possui um conector USB) a qualquer saída USB. Já na hora de passar a energia para outro aparelho, basta utilizar a entrada USB presente na ponta da tira de couro, conectando-a diretamente ao dispositivo ou a um cabo extensor, e então pressionar o botão de ligar.

Unir dois objetos tão diferentes tem suas desvantagens, é claro. Como falamos antes, por exemplo, o Ion Belt suporta uma carga relativamente pequena: você até pode devolver a vida para seu smartphone, mas vai precisar deixar o cinto carregando antes de usá-lo novamente. Ele também não é o cinto mais elegante do mundo, dada a presença dos fios e da bateria em seu interior; logo, você provavelmente não vai querer vestí-lo em seu traje de festas formais. 

Por falar em bateria, não seria surpresa descobrir que as três células de 1.000 mAh são um tanto incômodas de vestir. Isso porque, para proteger o dono do cinto de acidentes como vazamentos ou até mesmo incêndios, a empresa utiliza um sistema de encapsulamento em aço. Ou seja: não espere o acessório de moda mais confortável do mundo.

Mesmo assim, não há como negar que a aposta tem mérito e pode funcionar bem para muita gente que esquece de levar itens importantes quando sai de casa (afinal, não é tão fácil assim sair de lá seu as calças). Apenas esteja preparado para pagar consideravelmente caro pelo Ion Belt, já que ele vai estar disponível nas lojas por mais de 130 dólares (aproximadamente 500 reais, em uma conversão simples).

Preços, metas e chegada

Se você quiser ajudar a levar o conceito para as lojas – e conseguir um desconto na compra do cinto –, por sua vez, é possível ajudar na campanha do Ion Belt no Kickstarter. Assim, você pode ser um dos poucos sortudos a colocar as mãos na edição Super Early Bird, fazendo um investimento de apenas US$ 79 (R$ 300, sem considerar envio e afins).

Caso atinja a meta de US$ 50 mil no site (atualmente eles estão na marca dos 30 mil, com 38 dias restantes de campanha), por fim, a previsão da Ion Techwear é de que o aparelho chegue às mãos de seus compradores em junho de 2016.

Carregador Portátil Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: