Imagine a seguinte situação: você, adolescente com seus 15 anos, está em uma festa na piscina aproveitando todas e inadvertidamente bebendo com os seus amigos. Depois de muitos goles, você resolve demonstrar as suas habilidades artísticas fazendo um "duplo twist carpado" no trampolim. Você acerta um mortal de costas, e a galera vibra em uníssono: "MITOU, MITOU, MITOU".

Porém, quando você emerge sobre as águas, algo a mais parece ter subido junto. Toda a bebida – e até um pouco de comida – acaba saindo como um jato de vômito na piscina e em alguns de seus amigos. No final das contas, o mito virou mico.

Álcool na adolescência

Essa é a consequência do álcool, a droga mais problemática em nosso país. Por ser legalizada em território nacional, ela faz parte da vida de praticamente todos os brasileiros, que, quando não são consumidores diretos, têm familiares e amigos próximos que são.

Por ser tão comum na vida de todos, o hábito de beber tem começado cada vez mais cedo, ainda na adolescência, resultando em situações constrangedoras como a descrita nos primeiros parágrafos deste texto. Por isso, vamos nos conscientizar e aproveitar a maior festa brasileira, o Carnaval, para mostrar aos jovens que a festa, o verão e a vida ficam melhores quando não se bebe.

E aí, no Carnaval, vai mitar ou micar? Comente no Fórum do TecMundo!

Este publieditorial foi patrocinado pelo Ministério da Justiça.

Cupons de desconto TecMundo: