Não só quando somos crianças, mas quando adultos também ficamos divagando e pensando sobre como será o futuro, as estruturas das cidades e aquilo que usamos no cotidiano. Filmes futuristas, como "De Volta Para o Futuro" e "O Quinto Elemento" sempre mostram carros voadores, não poluentes, fáceis de usar e super confortáveis. Será que tudo vai ser assim mesmo?

Toda montadora faz carros e projetos novos com frequência, com a tentativa de atender às necessidades do consumidor. Entretanto, dificilmente conceitos muito mais à frente do nosso tempo são idealizados. A Fiat percebeu essa necessidade e começou um novo projeto, o "Fiat Concept Car III".

Um projeto colaborativo

Não se trata de um novo carro que vai ser lançado em breve, mas sim de um conceito. Mas, antes que você pergunte o porquê disso, saiba o que é o chamado projeto colaborativo da Fiat.

Nomeado como Fiat Mio, a grande novidade que a empresa anunciou foi o fato de ele ser um projeto totalmente aberto para o desenvolvimento de todo o carro, desde os conceitos inicias até o design e funcionamento dele. É simples: no site do Fiat Mio todos podem enviar suas sugestões e ideias de como gostariam que fosse o carro do futuro.

No site todos podem colaborar.

Fonte: Reprodução/Site do Fiat Mio

A plataforma colaborativa já conta com mais de 15 mil internautas, de maneira que é possível visualizar tudo o que já foi postado e discutir as ideias uns com os outros, para que a visão seja muito bem trabalhada e atinja realmente o que as pessoas querem.

Não somente a empresa, mas todos os participantes se empolgam com o projeto e dão ideias muito bem trabalhadas. A grande atração do projeto talvez seja a liberdade de expressar o que você gostaria em um carro e ser, de fato, ouvido diretamente por uma das grandes montadoras. O andamento do processo pode ser acompanhado no Making Of do projeto.

Conceituando e criando o carro para valer

Conforme os comentários, ideias e discussões são colocadas nos sites do projeto, os funcionários da Fiat fazem uma série de análises para ver o que é realmente viável e como é possível colocar tudo aquilo em um carro. O grande diferencial do projeto é que, desta vez, foi pesquisado antes com os consumidores — ao invés das tecnologias.

A análise é um pouco mais complexa do que pode parecer porque são muitas opiniões e discussões (algumas até divergentes). Assim, é preciso ver que muitas ideias são colocadas com o objetivo de atender às pessoas. Depois de ver as sugestões, é feita uma discussão e elaborado um relatório de como o carro deve ser.

Depois é hora de os designers colocarem a "mão na massa" e elaborar possíveis desenhos para o carro. Para isso, foi necessário elaborar duas linhas-guia, que são como bases para todo o desenvolvimento do carro.

 

Um desenho do Fiat Mio.

Fonte: Reprodução/Blog do Fiat Mio

Sendo assim, o grupo da Fiat chegou a "Precision" (precisão), que busca linhas minimalistas e mais "certinhas", e "Sense" (sensação), mais fluida e cheia de surpresas. Ambas são baseadas em tendências e referências para seus desenhos. Ao interpretar as criações e as opiniões dos internautas, a Fiat percebeu que a linha "Precision" é a mais ideal de acordo com um carro de verdade.

No projeto, a única função dos internautas é colocar suas ideias e necessidades, além de expressar a opinião a respeito do andamento do projeto. Assim, todas as soluções ficam para os designers e engenheiros, o que pode ser um grande problema, pois a adaptação das ideias para um carro funcional definitivamente não é fácil.

Conceito interno do carro.

Fonte: Reprodução/Blog do Fiat Mio

Por que fazer um carro-conceito?

Tudo bem, é um projeto muito legal, que conta com a participação de qualquer pessoa que desejar e procura atender necessidades. Mas para que ele serve se não vai ser comercializado? Bem, é preciso levar em consideração um fato: nada é criado sem que alguém idealize antes.

Toda a parte de projeção do carro, como os desenhos e a mecânica do carro, servem para idealizar um cenário futurista que simplesmente não chegou ainda. Visualizar tendências e referências são essenciais para que seja possível criar um produto realmente bom e útil no futuro.

O resultado do Fiat Mio será exibido no Salão Internacional do Automóvel de 2010, em outubro, em São Paulo, para que as pessoas confiram o carro.

Fonte: Reprodução/Blog do Fiat Mio