Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Os participantes da Campus Party estão se deliciando com uma rede de 20 Gbps, uma das mais poderosas já instaladas em um evento no Brasil. Mas você sabe como é que ela funciona tão velozmente? A verdade é que os 20 Gbps prometidos só são conseguidos porque existem duas conexões de 10 Gbps ligadas diretamente às centrais da Telefônica (que você pode ver na foto acima).

A tecnologia utilizada para unir e distribuir o sinal é fornecida pela HP e se chama Flex Network. Além das centrais de distribuição, também há vários switches espalhados pelo Anhembi. Tudo isso foi feito para garantir que os milhares de campuseiros possam desfrutar do melhor de uma internet banda larga de alta qualidade (e estável).

Além de todos os equipamentos já citados, o sistema conta também com um software dedicado de controle de acessos e segurança. Para evitar problemas como os acontecidos em anos anteriores (invasões e desestabilizações), os mecanismos de gerenciamento da rede ficarão funcionando de maneira independente à estrutura de transmissão.

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Por fim, um software especialmente criado para a Flex Network age interpretando as conexões como se fossem somente uma. Isso garante também muito mais estabilidade para o sistema, pois a qualquer oscilação na qualidade do sinal toda a rede é estabilizada em uma das conexões por menos de 1 segundo e então os servidores são normalizados para voltar a oferecer a melhor rede possível.

No total, a Telefônica investiu 1 milhão de dólares na instalação dos sistemas na Campus Party. Mas esse material não será utilizado apenas aqui no Brasil; a equipe responsável pode levá-lo para vários países, visto que toda a estrutura dele é móvel.

Cupons de desconto TecMundo: