Al Gore defendeu a liberdade da internet

"Devemos lutar com todas as forças para que a internet seja livre e não fique sob o controle de governos ou corporações". Essa foi a tônica da palestra ministrada pelo ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, e pelo cientista da computação e "pai do WWW", Tim Berners-Lee na Campus Party Brasil 2011.

A atração reuniu centenas de visitantes e campuseiros que disputaram os poucos lugares disponíveis do auditório central. Personalidades políticas como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e a ex-candidata à presidência, Marina Silva foram alguns dos nomes presentes.

A apresentação dos palestrantes, bem como a mediação das perguntas enviadas pelo Twitter, foi realizada pelo jornalista Ben Hammersley, editor da revista britânica Wired. Hammersley lamentou o fato de não falar português e se mostrou solícito ainda com perguntas surgidas na plateia.

Fim do controle da web 

Tim Berners-Lee no palco principal da Campus Party

O primeiro a falar na conferência foi Tim Berners-Lee. Ele destacou a revolução que está em curso com a implantação da linguagem HTML5, que abriria dezenas de novas possibilidades para o uso da rede. As tentativas de controle por parte das grandes corporações e órgãos governamentais, como o caso WikiLeaks, também receberam pedidos de atenção do inventor do protocolo WWW.

"A internet deve ser livre e qualquer tentativa de controle sobre a informação acaba por descaracterizar o propósito com que ela nasceu", destacou. "Deveríamos estar lutando pelo oposto, justamente por um maior acesso à informação e maior liberdade e não partir para discussões sobre censura", completou.

Aquecimento global e o futuro digital

Al Gore se mostrou solidário com as vítimas das enchentes no Rio de Janeiro

Ganhador do prêmio Nobel da Paz pela sua atuação em prol do combate à poluição e medidas ambientais para conter o aquecimento global, Al Gore manteve a sua linha de discurso e foi bastante ovacionado pelo público ao defender com veemência a utilização da web como ferramenta para minimizar os danos ao meio ambiente.

Gore citou como o exemplo a recente tragédia das chuvas no Rio de Janeiro. Segundo ele, fatos como o ocorrido na região serrana carioca ou as enchentes no sudeste da Austrália esta semana são a prova cabal de que o meio ambiente está pedindo socorro, vítima do aquecimento global.

"Precisamos fazer tudo que estiver ao nosso alcançe para minimizar o aquecimento global e a internet oferece as ferramentas para que possamos fazer isso de maneira eficiente", destacou Al Gore. O ganhador do Oscar pelo documentário "Uma Verdade Inconveniente" arrancou aplausos calorosos ao incentivar os participantes a lutarem pela causa.

Marina Silva e outras personalidades políticas acompanharam o evento

"Sigam os seus corações, mantenham o sonho vivo e defendam a internet. Ela não deve ser controlada por nenhum governo ou grande corporação em prol de outros interesses que não sejam o bem da população", completou.

Após os discursos, ambos respoderam a perguntas do público, enviadas por meio do Twitter, além de questões levantadas pela audiência presente. A Campus Party Brasil 2011 está sendo realizada em São Paulo, de 17 a 23 de janeiro. Esta é a quarta edição do evento no país.

Cupons de desconto TecMundo: