Um projeto feito pelo designer Vivien Muller promete nos mostrar uma abordagem bem mais amigável e interessante para uma câmera de vigilância moderna e conectada. Vendo-a pela primeira vez, no entanto, muita gente acabaria confundindo ela com uma versão mais atual de um Furby.

Isso porque seu aparelho, chamado simplesmente de Ulo, vem com a forma da mais bonitinha coruja que você poderia imaginar. Tudo nessa câmera, na verdade, vem para esbanjar fofura e simpaticidade: para ligá-la, basta um toque na parte de cima da cabeça da corujinha. Fazendo isso, ela abre seus olhos (ou melhor, liga suas duas telas LCD redondas de 1,22 polegadas) com animações e expressões dignas de um personagem de desenho animado.

Não pense que a carinha amigável do Ulo deixe você se enganar quanto à sua eficiência, no entanto, pois esse aparelho tem tudo para ser extremamente eficiente. Como o vídeo logo abaixo mostra bem, a câmera é incrivelmente inteligente – e perfeita para quem quer ter certeza de que sua casa está segura quando você sai dela.

Com dois toques em sua cabeça, por exemplo, é possível colocá-la em alerta. Neste modo, qualquer movimento captado pelas lentes da corujinha é gravado em um rápido GIF, que é então enviado para sua conta de email, conta do Dropbox ou mesmo pode ser visualizado por um link seguro, de maneira parecida com a Samsung e seu Smart Home Monitor.

E se você esquecer de ligar o Ulo? Não se preocupe: depois de configurado, o dispositivo ativa o modo de alerta automaticamente quando seu smartphone desconecta de sua rede WiFi. Da mesma maneira, é só seu celular se conectar novamente para que ele desligue.

Como eu disse, o Ulo acompanha TUDO.

Esse não é o único uso do Ulo, é claro. Se desejar, você ainda pode se conectar diretamente a ele, através de um dispositivo móvel ou do próprio PC, e ver uma transmissão ao vivo do que está acontecendo. Como estamos falando de uma câmera com cara de coruja, também deve ser óbvio imaginar que ela possui tecnologia infravermelha para enxergar tudo no escuro.

Bonitinho e inteligente

Apesar da função principal como câmera, a ideia desse dispositivo é oferecer algo que também parece um belo enfeite da casa. Para ajudar nisso, Ulo conta com um aplicativo mobile que permite o controle de seu visual (e por “seu visual” leia-se “ seus olhos”), alterando o tipo de olhar e a cor da íris da corujinha.

Talvez o mais interessante disso, no entanto, seja a maneira como o designer conseguiu combinar o software de expressões do Ulo com suas várias funções.

Quando em alerta, por exemplo, Ulo muda para um olhar de atenção; já ao notar algo se movendo no cômodo, Ulo vai acompanhar a pessoa, animal ou objeto com seus olhos. Se estiver num dia chuvoso, por outro lado, prepare-se para vê-la com uma cara mau-humorada, e no caso de a bateria da coruja estar no fim, seu olhar de quem está cansado vai ser evidente – o que muda para um animado sorriso, quando conectado a uma fonte de energia USB.

Ligado à sua casa

Se perguntando como o Ulo saberia que está chovendo? Isso é resultado de outro ponto bacana da proposta deste aparelho: ele pode se ligar a vários dispositivos da Internet das Coisas. Graças a isso, ele também pode se conectar aos sensores instalados em sua casa para saber se está chovendo, se a quantidade de pólen no ar está alta, entre outras, e reagir com expressões de acordo. Ele pode até mesmo se ligar à sua agenda e saber se você tem uma reunião, o que vai resultar no bichinho olhando para seu dono com expressão confusa.

Quando está quase sem bateria, o Ulo fica com cara de quem está com sono

Além disso, uma vez que ele é compatível com o serviço IFTTT, é possível combiná-lo à toda a rede IoT de sua casa. Assim, quando você chegar, a câmera não apenas sai do modo de alerta, como também acende as luzes, ajusta o termostato e configura quaisquer opções configuradas. Em sua página do Kickstarter, de fato, Muller promete ainda mais customizações e melhorias, no futuro.

Visto que ele ainda é uma câmera de segurança, o Ulo pode ser preso à parede, com a ajuda de um conjunto de pequenos adesivos de neodímio (inclusos no pacote do dispositivo) e é à prova d’água, o que o torna útil até mesmo para ambientes externos. Quanto à bateria, Muller afirma que o aparelho dura até uma semana, se deixado no modo de alerta, ou dois dias, com uso diário e suas expressões.

A câmera que todos querem

Gostou do projeto? Pois você certamente não foi o único. O sucesso do Ulo foi tanto que, de sua meta original de 199 mil euros, a câmera já tem passou quase 150% desse valor alcançando € 476 mil financiados – e ainda com 25 dias de sobra.

O Ulo vai chegar às lojas por € 199 (R$ 810, em uma conversão simples e sem impostos). Mas aqueles interessados a comprar essa câmera um pouco mais barato podem participar da campanha, comprando-o por € 149 (R$ 600), e com previsão de envio para novembro de 2016.

Vale avisar que a câmera pode ser enviada para o mundo todo, e que o aparelho em si possui suporte à praticamente todas as plataformas – mais especificamente, Android, iOS, Windows Phone, Windows 10, Mac OS X e Linux. Só esteja preparado para pagar uma boa quantia a mais com o envio e os impostos.

Você acha que uma câmera de segurança como o Ulo pode dar certo no mercado? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: