A série X de câmeras da Fujifilm, que já comentamos aqui e aqui, tem uma característica bem interessante, que é a junção de um design inspirado em modelos antigos com a qualidade de imagem que é possível graças às tecnologias atuais.

No ano passado, a companhia lançou a câmera X-T1, voltada para quem trabalha profissionalmente com fotografia, custando US$ 1.299,99 (aprox. R$ 3.943,52) na opção sem lentes avulsas ou US$ 1.699,99 (aprox. R$ 5.156,92) com uma lente 18-55 mm.

Agora a empresa japonesa resolveu lançar um modelo mais econômico, voltado para quem é entusiasta do assunto, mas que não pretende gastar uma quantia tão alta apenas para tirar fotos por diversão. Trata-se da X-T10, uma câmera menor, mais barata e consequentemente menos versátil que a sua versão original, mas nem por isso menos interessante. Ela mantém cerca de 90% das funções da X-T1, enquanto custa apenas 60% do valor dessa.

Comparação de tamanho entre as câmeras Fujifilm X-T10 e X-T1 - Imagem: The Verge

Disponível em preto ou prata, o modelo chega ao mercado agora em junho, com três opções de pacote:

  • Apenas o corpo – US$ 799,95 (aprox. R$ 2.426,64)
  • Acompanhado de uma lente 16-50 mm f/3.5-5.6 – US$ 899,95 (aprox. R$ 2.730,00)
  • Acompanhado de uma lente 18-55 mm f/2.8-4 – US$ 1.099,95 (aprox. R$ 3.336,70)

A câmera X-T10 é compatível com lentes da linha FUJINON, que já conta com 18 modelos diferentes. Conta com uma pequena tela LCD OLED de 3 polegadas, sistema de auto-foco capaz de rastrear objetos em movimento, flash embutido, processador EXR II, sensor APS-C X-Trans CMOS II, 16 Megapixel e ISO ajustável 100-51200.

Também é capaz de gravar vídeos a 1080p e 60 fps, e pode registrar até 350 imagens antes da bateria descarregar, dependendo da forma de uso.

Cupons de desconto TecMundo: