Comprar uma câmera nova é uma tarefa que exige que você compare vários modelos e marcas para saber exatamente qual vai atender melhor ao que você precisa. A TX20, da Sony, é uma câmera pequena, extremamente leve, fácil de carregar na bolsa e que é dotada de um corpo à prova d’água, características interessantes para quem está buscando um equipamento novo.

Confira nesta análise o que mais chamou a atenção ao testarmos esta câmera, quais são os pontos que poderiam melhorar e saiba se realmente vale a pena considerar este modelo na hora de decidir qual será a sua próxima máquina fotográfica compacta.

A TX20 está disponível em várias cores. (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Aprovado

Tela touchscreen

Uma das mais gratas surpresas da TX20 é a tela com suporte a toques, que é mais confortável e oferece a facilidade, por exemplo, de indicar exatamente onde você quer que a câmera foque; basta tocar a tela no ponto exato.

É possível usar o dedo ou, se você preferir, um acessório próprio para isso, que vem junto com a câmera. O uso desta ferramenta é recomendado, já que ele tem o tamanho certo para que você clique nos lugares corretos sem muito esforço.

Além de ser touchscreen, este visor ganha pontos extras por ser bastante nítido e exibir as cores com tonalidades bem próximas do que na tela do computador. Para gastar menos bateria, configure a tela para o modo de menu escuro, um truque que ajuda a economizar a carga de energia.

Qualidade das imagens

Foco seletivo, cores dinâmicas e formato 16:9 são algumas das vantagens desta câmera. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Quando se analisa uma câmera compacta, é preciso ter em mente que os resultados não serão comparáveis com os de uma câmera profissional. Mesmo assim, a TX20 consegue tirar imagens com uma qualidade boa, mais do que suficiente para quem quer usar as fotografias no computador e nas redes sociais.

A nitidez das cores poderiam ser um pouco melhor — tons muito intensos saturam demais e acabam perdendo um pouco os detalhes —, porém as imagens são boas o suficiente para serem impressas em tamanhos pequenos (máximo 10 x 15 cm, as dimensões normais de uma foto impressa), para o uso doméstico apenas.

Cores muito intensas poderiam ter resultados mais nítidos. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Se comparadas com outras câmeras compactas, as imagens da TX20 são muito boas e ficam dentro da média quando o assunto é qualidade. Para vídeo, este modelo permite gravar em Full HD, porém isso diz respeito apenas à dimensão do material final, e não necessariamente à sua qualidade — é preciso ter isso em mente.

A qualidade de vídeo desta câmera segue a mesma lógica do que para as fotos: são materiais com qualidade suficiente para registrar momentos caseiros com um tamanho suficiente para serem vistos mesmo em televisões enormes, mas não chegam nem perto de substituir uma câmera profissional quando o assunto for a criação de vídeos com propósitos mais avançados.

A qualidade da TX20 é boa para imagens caseiras e fotografias para a internet. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Corpo à prova d’água

Essa vantagem é perfeita para quem quer uma câmera versátil para levar nas férias, já que ela permite capturar imagens em baixo da água sem precisar de um case especial para isso. Alguns cuidados, no entanto, precisam ser tomados: não abra em hipótese alguma a trava da bateria e dos slots de cabos quando estiver com ela submersa ou molhada, já que essas partes internas não podem receber umidade.

A TX20 pode ser molhada e mergulhar a até 5 metros de profundidade (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Certifique-se de que todas as partes móveis da câmera estão bem travadas e que os botões externos não estão danificados, já que apenas o seu exterior é à prova d’água. Tomando estes cuidados, você pode mergulhar a até 5 metros de profundidade tranquilamente. É recomendado deixar a máquina no automático e mexer o mínimo possível nos controles e botões da tela touchscreen.

Efeitos especiais

Este ponto é algo no qual as câmeras compactas estão se aperfeiçoando cada vez mais e a TX20 já apresenta uma evolução considerável. Os efeitos de disparo deixaram de ser os tradicionais “P&B”, “Sépia”, “Solarize” etc, para se transformar em algo mais útil e diferenciado.

O efeito "Cut Out" seleciona apenas uma cor e deixa todo o resto em P&B (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Com esta máquina é possível tirar fotos com sete efeitos diferentes: um HDR simulado (resultados melhores em fotografias ao ar livre e paisagens); um P&B estilizado; um desfocado especial para simular Tilt-Shift; um filtro lomo semelhante ao resultado de câmeras descartáveis; um efeito com cores mais intensas; o efeito Cut Out e, por fim, um filtro que deixa a foto mais brilhante.

Reprovado

Posição da lente

Este é o maior problema dessa câmera: a lente está posicionada do lado esquerdo da máquina, em um local que torna extremamente fácil deixar o dedo na frente para poder segurar a câmera confortavelmente. Se você não prestar muita atenção nisso, pode acabar estragando um disparo sem querer.

A lente fica muito perto de onde o dedo normalmente é apoiado. (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Normalmente, as lentes em câmeras compactas ficam do lado direito, posicionadas de uma forma que não atrapalhe ao segurar o equipamento, e isso realmente incomoda na TX20. A tampa que precisa ser deslizada também é pouco desconfortável, já que ela não possui uma região apropriada para apertar e puxar para baixo.

Carregador integrado

Ter o carregador embutido (isto é, a bateria permanece dentro da câmera durante a carga) é uma vantagem e uma desvantagem, mas traz um problema sério para quem gosta de ter sempre uma bateria extra de reserva.

O carregador integrado pode ser usado com uma porta USB ou com um adaptador para tomadas. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Por um lado, basta plugar um cabo USB e a câmera já começa a recarregar a bateria, algo que não acontecia antigamente e é uma grande vantagem. Por outro, no entanto, é preciso inutilizar a máquina ao fazer isso, não sendo possível deixar uma bateria carregando enquanto você usa a outra.

Vale a pena?

A TX20 é uma legítima câmera de férias para a família; isto é, uma máquina pequena, que pode ser levada para qualquer lugar, à prova d’água e que tira boas fotos e faz vídeos com qualidade e tamanho adequado para o uso doméstico. Se for isso o que você precisa, pode considerar esta alternativa quando for escolher a sua próxima compra.

Qualquer uso mais avançado desse aparelho pode se transformar em frustração, já que ela não apresenta uma qualidade profissional ou algo próximo disso. Se você quer investir em um equipamento para uso semiprofissional, vale a pena comprar uma câmera que tenha pelo menos ajustes manuais e um conjunto de lente e sensor maior, para melhores resultados.

 

No entanto, para o dia a dia, ela é uma ótima câmera. Leve, cabe no bolso e não tem medo da chuva: perfeita para quem gosta de registrar todos os momentos do seu dia de uma maneira relaxada. Para as redes sociais e impressões pequenas, este equipamento da Sony é uma boa escolha de compra.

Por ser à prova d’água, o seu preço é mais salgado (em média de 650 a 700 reais), portanto é necessário levar em conta se você realmente precisa deste recurso. Caso contrário, é possível encontrar modelos mais em conta, como o DV300F da Samsung, que possui até conexão WiFi.

Cupons de desconto TecMundo: