A DV300F é uma câmera compacta da Samsung para quem gosta de praticidade e opções diferenciadas. Com ela, você pode desfrutar de modos criativos de disparo, filtros para editar as suas imagens rapidamente, um visor discreto e bastante útil na parte da frente e muitas outras funcionalidades interessantes.

Para quem gosta de estar sempre conectado, essa câmera possui acesso a redes WiFi e permite que você compartilhe as fotografias tiradas diretamente com os seus amigos do Facebook e nos álbuns do Photobucket e do Picasa; já os vídeos podem ser enviados diretamente para o YouTube.

Porém, mesmo com todas essas ferramentas e funções, é preciso analisar melhor esta câmera para saber se vale mesmo a pena comprá-la. Confira a seguir o que nós mais gostamos, o que poderia melhor e se, no final das contas, ela é uma boa aposta de compra.

Aprovado

Visor frontal

Muitas câmeras possuem um visor frontal para tirar fotos de grupos ou autorretratos, porém este é especial, já que traz algumas surpresas interessantes. O que mais chama a atenção em um primeiro momento é que essa tela é completamente invisível se ela estiver desligada, sendo totalmente discreta e fácil de limpar.

Outro ponto positivo é que, quando a foto é tirada, um sinal na tela mostra quando os fotografados precisam ficar imóveis para que a imagem não saia tremida. Isso é especialmente importante se você não estiver usando o flash ou mesmo sons para o obturador, já que indica a atividade da câmera.

O visor frontal é discreto e conta com funções realmente úteis para o fotógrafo. (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Porém, a melhor função para esta ferramenta é algo simples e muito genial: quando você for fotografar crianças, não é mais preciso fazer grandes malabarismos para que os pequenos olhem para a câmera: ligue o modo “Crianças” e ela mostra uma animação na tela frontal, atraindo a atenção deles para o local correto.

Conexão WiFi

Esse ponto conta bastante, sendo uma das principais vantagens: a DV300F é totalmente adaptada para ser uma câmera express. Isto é, você não precisa de outros aparelhos para conseguir editar e compartilhar a sua fotografia — basta ter uma conexão WiFi por perto e então é possível enviar fotos e vídeos para o Facebook, YouTube, email, Picasa, Photobucket e para o SkyDrive.

A velocidade depende da sua conexão, é claro, mas o software da câmera também ajuda: ela carrega as imagens rapidamente e o envio é bastante prático. Essa é uma função bastante inicial ainda, no entanto, já que é possível apenas enviar os arquivos, e não acessar os serviços e as redes sociais completamente.

Envie fotografias diretamente pela câmera para o Facebook. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Por não possuir uma tela de toque, pode ser demorado digitar o login, a senha e os comentários para as fotos, mas isso não chega a ser um problema real, já que a praticidade de não precisar usar outro equipamento para postar a sua foto na internet compensa isso. Não é possível visualizar o resultado ou mesmo apagar a foto pela câmera, apenas enviar.

É preciso configurar apenas um detalhe antes de enviar imagens para o Facebook: a primeira vez que você fizer isso, cria automaticamente um álbum para a sua câmera, mas ele é compartilhado apenas com você mesmo. Configure uma vez o álbum como público e todas as outras fotos postadas por este dispositivo vão aparecer diretamente para os seus amigos.

Qualidade das imagens

Quando se fala de qualidade de imagem, é preciso levar em conta o tipo de câmera que você está utilizando, já que não é possível comparar uma compacta com uma profissional. Portanto, não espere que a DV300F tenha o mesmo desempenho e resultado do que uma DSLR, por exemplo, porque isso não acontece.

Porém, para uma compacta de baixo custo, ela é realmente muito boa, conseguindo capturar fotografias excelentes. As cores e a nitidez da imagem — dois pontos que pesam bastante para ver se a máquina consegue entregar resultados de qualidade — passaram com louvor no nosso teste!

Cores e nitidez são dois fatores para indicar a qualidade das imagens. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

O que isso quer dizer? Se você for comparar as imagens com fotografias feitas com outras câmeras na mesma faixa de preço, ou mesmo com fotos feitas com um celular, a Samsung DV300F vai apresentar resultados melhores do que a maior parte delas. Para o uso caseiro, isso é bem mais do que suficiente.

Construção do corpo

As câmeras da Samsung, em geral, possuem um corpo bastante firme e sólido, com uma boa construção, e essa regra não é quebrada neste caso. Inclusive, se formos comparar esta máquina com outros modelos da mesma marca (a ST200F, por exemplo), é possível perceber que alguns dos problemas apontados foram corrigidos neste dispositivo.

O peso, por exemplo, é algo que melhorou significativamente. Provavelmente, por ter uma carcaça de plástico, ela é bem mais leve do que a ST200F, podendo ser levada na bolsa sem pesar demais. Outra melhora tem relação direta com o conforto: os botões desta câmera são muito melhores e mais ergonômicos do que outros modelos da própria marca.

Botões mais confortáveis e equipamento bem mais leve do que outros modelos da mesma marca. (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

As arestas também estão mais suaves, sendo que ela é melhor de segurar do que a ST200F. Por ser uma compacta, problemas de conforto e de espaço para os dedos ainda existem, é claro, mas no geral ela é uma câmera que não vai cansar muito a sua mão e o seu braço se você precisar fotografar por um período longo de tempo.

Carregador integrado

Essa é uma vantagem e uma desvantagem: a bateria não é carregada de maneira externa, e você pode conectar um cabo USB na câmera para fazer isso. A parte boa é que, se você já possui um aparelho móvel da Samsung, não precisa usar dois carregadores: a entrada é compatível com todos os gadgets da marca e você só precisa levar um cabo dentro da bolsa.

Controle remoto da câmera

Se você quiser ter mais opções ainda para a sua câmera, que tal controlá-la pelo smartphone? Ou, se o objetivo for mostrar as imagens em tamanho grande, por que não mostrá-las na TV? Tudo isso, a DV300F faz sem utilizar cabos, bastando que os aparelhos estejam conectados à mesma rede.

Controle a sua câmera sem usar fios, diretamente pelo celular. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Para o smartphone, a fabricante desenvolveu dois aplicativos, disponíveis para o Android e iOS — o MobileLink, que permite o envio das fotos para o celular, e o Remote Viewfinder, que permite que você controle a câmera de longe, usando o telefone ou tablet. Certamente essa é uma grande vantagem para quem gosta de manter os aparelhos sempre conectados com a menor quantidade de fios possível.

Reprovado

Dois aplicativos diferentes

As duas funções de conectividade com o smartphone são interessantes, porém o que não é legal é ter que instalar dois aplicativos distintos no celular para ter acesso a isso. Quem tem um aparelho com pouco espaço interno pode ter problemas e seria muito melhor se esses dois programinhas fossem juntados em um só.

Carregador integrado

Sim, essa característica está na lista de aprovados e de reprovados, já que por um lado é excelente só precisar levar um cabo na bolsa, e por outro isso pode ser um grande problema. Se você usa mais do que uma bateria, vai perceber que é preciso usar a câmera como carregador, o que faz com que você tenha que inutilizá-la por algum período de qualquer forma.

O cabo que vem com a câmera é pequeno demais para servir como carregador. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Outro problema é o tamanho do fio, que é realmente muito pequeno; ideal para conectar no computado, porém péssimo para colocar na tomada (provavelmente a câmera tenha que ficar no chão). Para resolver isso, se você tiver um celular ou tablet da Samsung, é possível usar o seu cabo, já que estes dispositivos geralmente vêm com um carregador mais comprido.

Filtros muito simples

Os filtros de edição integrados desta câmera não são realmente ruins, podendo até ser contados como um ponto positivo, porém a quantidade de efeitos deixa a desejar. Em outras câmeras similares da mesma marca, como a ST200F e a WB850F, a quantidade de opções era muito maior, contendo filtros mais interessantes do que os da DV300F.

Modo que permite tirar uma foto dentro de outra: diferente porém pouco útil. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Os modos de fotografia também estão em menor número nesta câmera (o interessante modo “Por do Sol”, por exemplo, foi retirado) e muitas funções praticamente inúteis estão presentes — por exemplo, um tipo de disparo que cria um quadro com uma foto dentro de outra foto. Seria muito mais interessante se a DV300F seguisse a mesma configuração das similares da Samsung.

Vale a pena?

Esta é uma pergunta difícil de ser respondida, já que é preciso ter em mente que o uso que você vai fazer da câmera influencia diretamente a escolha do modelo. Porém, se o que você procura é uma compacta para tirar fotos com a família e os amigos, então a resposta é sim, vale a pena.

Não espere resultados de uma câmera mais completa, no entanto. Este dispositivo não é indicado se você precisa imprimir as fotos com uma qualidade máxima ou se você tem aspirações maiores, como usá-la para fins profissionais. Neste caso, prefira modelos nos quais você possa, pelo menos, configurar manualmente todos os controles principais.

O preço da DV300F não é nem uma grande vantagem e nem um problema. Custando em média 450 reais, é um bom investimento para quem quer uma câmera simples, leve para carregar na bolsa, porém que consiga resultados interessantes para o dia a dia. Vale a pena conferir também o que nós achamos de outros modelos da marca, como a ST200F, a WB850F e a WB150F.

Cupons de desconto TecMundo: