Vale a pena aproveitar a Black Friday para comprar softwares?

4 min de leitura
Imagem de: Vale a pena aproveitar a Black Friday para comprar softwares?
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

Black Friday 2021

A Black Friday é o período de promoções que, apesar de ter início nos EUA, nos últimos anos se tornou bem popular também no Brasil. E assim como acontece com grande parte dos produtos, muitas empresas de softwares também aproveitam o momento para reduzirem o valor de seus programas, incentivando a aquisição de licenças originais para contornar a pirataria.

Hoje o TecMundo traz um guia para que você fique atento na hora de adquirir a sua licença de forma legal, sem cair em golpes, além de mostrar alguns softwares que costumam entrar em promoção neste período. Confira:

Quais são os riscos de se adquirir um software ou licença de maneira ilegal?

Infelizmente, a pirataria ainda é algo rotineiro em nosso país. Principalmente quando se trata de softwares cuja licença custa um valor mais elevado, como o próprio Windows, o Adobe Photoshop, o Microsoft Office, entre outros. Entretanto, saiba que o barato pode sair caro e você acabar sofrendo consequência desse ato.

Windows é um dos softwares mais pirateados do BrasilWindows é um dos softwares mais pirateados do BrasilFonte:  Microsoft 

Pegando o Windows 10 como exemplo, hoje o preço de uma licença original à venda no site da Microsoft é de R$1.099,00 na versão Home, e R$1.599,00 na versão Pro. Navegando pelo Google, não é difícil encontrar sites, onde vendedores comercializam supostas licenças do sistema operacional por valores muito inferiores.

O grande problema é que essas licenças são meras Chaves de Ativação, que muitas das vezes são doadas pela Microsoft para estudantes ou pequenas empresas, para que possam ter um período de uso limitado do sistema.

Em outras palavras, essa mesma chave que você está utilizando também pode ter sido usada por outros usuários, fazendo com que seu Windows esteja ativado, mas sem a licença original do uso, o que pode até mesmo acarretar em problemas judiciais com a empresa.

Já em outros softwares, como Photoshop, a empresa pode ser ainda mais rigorosa. A Adobe, por exemplo, costuma notificar os usuários que utilizam versões ilegais de seus programas, além de limitar os seus recursos.

Ou seja, além de ter um aplicativo pirata, você pode não conseguir ter o mesmo desempenho que o da versão original.

Adobe Photoshop 2022Adobe Photoshop 2022Fonte:  Reprodução / TecMundo 

Para contornar a questão financeira, a própria Adobe traz um sistema de assinatura de seus softwares, onde você pode cancelar a qualquer momento caso fique apertado para seu bolso, ou não precise mais do programa. O próprio Photoshop hoje custa R$ 90 por mês, o que inclui também a versão mobile original do aplicativo.

E para completar, boa parte dessas empresas contam com verificações online de seus aplicativos, o que também ajuda a inibir a ação da pirataria.

Sendo assim, não vale a pena você se arriscar a utilizar programas de forma ilegal, e correr o risco de responder criminalmente por isso.

Como evitar cair em golpes durante a Black Friday

Ainda sobre a questão de segurança, a Black Friday, infelizmente, também é um dos períodos com o maior número de golpes online. Eles vão desde e-mails com falsas ofertas de softwares em promoção, ou se passando por empresas renomadas, até a venda de produtos mais baratos em sites maliciosos.

Fique atento para não cair em golpes durante a Black FridayFique atento para não cair em golpes durante a Black FridayFonte:  PxHere 

Para evitar cair nessa armadilha, separamos algumas dicas básicas de como evitar golpes na Black Friday 2021:

  • Sempre que receber um e-mail de ofertas, verifique o remetente, ou seja, qual o endereço que disparou as promoções;
  • Desconfie sempre de preços muito abaixo do valor normal do software. Como por exemplo, Windows 10 por R$ 50, ou ofertas parecidas;
  • Opte sempre por comprar os seus softwares, ou adquirir licenças, nos sites oficiais;
  • Em sites como Americanas e Amazon, fique atento às lojas parceiras. Pois mesmo dentro de grandes portais, infelizmente, elas também costumam vender licenças falsas de aplicativos renomados.

Softwares para ficar de olho na Black Friday

E se você quer aproveitar a Black Friday para adquirir o seu software, há alguns aplicativos que costumam ficar mais baratos no período.

Na Microsoft, o Windows e o pacote Office não possuem um histórico de promoções durante a Black Friday. Porém, com a chegada do Windows 11, a empresa pode aproveitar para atrair mais clientes para o (agora antigo) sistema operacional.

Softwares da Affinity ficaram em promoção na última Black FridaySoftwares da Affinity ficaram em promoção na última Black FridayFonte:  Divulgação / Affinity 

Já o Affinity Designer, cujo programa tem um funcionamento similar com o do Adobe Photoshop, entrou em promoção na Black Friday de 2020. Além dele, outros softwares da empresa também receberam descontos no período.

Outros softwares que sempre ficam em promoção no período de ofertas são os antivírus. Caso você utilize o Windows em seu PC e não possui um, pode ser o momento ideal para se proteger de ameaças, pagando mais barato que em outras épocas do ano.

E para os gamers, também vale ficar de olho na assinatura de serviços online. A PS Plus, por exemplo, costuma ter promoções em seus planos tanto na loja oficial da Sony, quanto em sites parceiros. Já a Xbox Live, pode ter uma redução também para bater de frente com a sua rival.

A PS Plus fez promoção de assinatura na última Black FridayA PS Plus fez promoção de assinatura na última Black FridayFonte:  PlayStation Blog 

Mas não se preocupe, pois o TecMundo terá uma ampla cobertura do período de ofertas mais esperado do ano, trazendo sempre as melhores oportunidades para você.

E você, qual software gostaria de adquirir na Black Friday 2021? Conte para a gente aqui nos comentários.