Os quase US$ 5 bilhões deverão ser conseguidos até dia 04 de novembro. (Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

A Fairfax Financial Holdings declarou recentemente que pretende comprar, por US$ 9 cada, as ações da BlackBerry – o que totalizaria um montante de 4,7 bilhões de dólares. Contudo, e de acordo com uma fonte próxima a essas negociações ouvida pelo site Bloomberg, pode ser que a ação empreendedora não se consolide. Assim, parece que a BlackBerry considera fortemente a possibilidade de partir-se em mais empresas.

“Se você ‘quebrar’ a companhia, vai adquirir mais do que a empresa vale agora”, opinou Sachin Shah, analista da Albert Fried & Co.. Fato é que a Fairfax Financial Holdings tem até o dia 04 de novembro para levantar os quase US$ 5 bilhões — nesse meio tempo, mais propostas podem ser feitas à BB (Google, Samsung e Intel têm interesse em engatar negócios com a BlackBerry — veja mais aqui).

O desmembramento da empresa, também conforme sugerido pelo Bloomberg, pode ser uma das opções mais viáveis à BlackBerry na tentativa de contornar uma possível desistência de compra por parte da Fairfax. Há, aparentemente, conglomerados com vontade de adquirir determinados setores da BB (como patentes, setor de telefonia ou rede corporativa).

Cupons de desconto TecMundo: