(Fonte da imagem: Reprodução/TheVerge)

Neste ano, a BlackBerry investiu os seus esforços em novos aparelhos que rodassem o seu mais recente sistema operacional, o BB 10. No entanto, o trabalho não gerou os resultados que eram esperados, de modo que a companhia não conseguiu conquistar uma posição melhor dentro do mercado de smartphones.

E, assim como acontece em qualquer empresa do mundo, se as coisas não vão bem, alguém vai sofrer com as consequências. Por conta disso, a BlackBerry acabou despedindo um dos grandes executivos que trabalham nos Estados Unidos, Richard Piasentin — ele era vice-presidente e responsável pela divisão de vendas.

Contudo, o CEO da BlackBerry, Thorsten Heins, afirmou que mais demissões vão ser realizadas, sendo que essa iniciativa faz parte da reformulação do departamento de vendas e outras divisões da companhia. Por conta disso, vale lembrar que 5 mil empregados da empresa foram dispensados no ano passado.

Cuidado com o oportunismo...

Nesta terça=feira, em uma conferência entre acionistas, Heins afirmou que as vendas dos aparelhos BB 10 não foram um total fracasso como alguns concorrentes tentam fazer parecer — isso aconteceu por meio de “pensamentos oportunistas”, como o fato de a Microsoft alegar que o Windows Phone ultrapassou o BlackBerry como o sistema mais usado entre celulares inteligentes.

Além disso, o CEO também afirmou que a companhia está trabalhando para se reformular e que ela está em uma fase em que decisões difíceis estão sendo tomadas. Por conta disso, ele acredita estar começando uma transição que vai mudar a maneira como as pessoas se comunicam.

Cupons de desconto TecMundo: