O que antes era um reinado incontestável agora se transformou em uma crise sem fim. A BlackBerry, que já foi uma respeitada fabricante de smartphones e pioneira em vários aspectos da indústria, agora está tão esquecida pelos consumidores quanto pelo mercado. E, segundo o mais recente relatório de análise da empresa de consultoria Gartner, o futuro não deve ser menos sombrio.

Segundo a Gartner, os modelos com sistema operacional BlackBerry 10 agora ocupam nada mais e nada menos do que 0,0481% da fatia total do mercado de smartphones. Esse é o primeiro relatório em que a empresa deixa de somar um mínimo de 1% — bem longe dos primeiros colocados, que são Android (81,7%), iOS (17,9%) e Windows Phone/10 Mobile (0,3%).

Existe uma pequena boa notícia no mar de tanta insegurança: modelos com BlackBerry 10 até tiveram 207 mil unidades enviadas para venda no último trimestre de 2016, um crescimento em relação aos três meses anteriores do mesmo ano. Só que isso é apenas metade da categoria "Outros sistemas", e só fazer parte dela já não é algo muito positivo.

O retorno?

Agora licenciando a marca para a fabricação, a BlackBerry fará um retorno no Mobile World Congress 2017. Só que há uma diferença: o aparelho com codinome "Mercury", que promete bastante e já tem causado reações bem positivas, vai utilizar o Android como sistema operacional. Ou seja, mesmo que a marca de fato recupere algum prestígio, o sistema operacional deve mesmo continuar despencando nas pesquisas.

Cupons de desconto TecMundo: