(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

Investidores brasileiros que detêm bitcoins em altos valores precisam declarar as moedas virtuais no Imposto de Renda. A Receita Federal ainda não regulamentou a criptomoeda no país e o governo não realiza a conversão direta dela para o real, mas isso não impediu o fisco de exigir os impostos como "ativo financeiro".

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a declaração de uma carteira virtual de bitcoins como "outros bens" deve ser feita se as moedas equivalerem a R$ 1 mil ou mais (valor fechado em dezembro de 2013).

Além disso, negociações superiores a R$ 35 mil envolvendo as bitcoins nos últimos cinco anos resultam em um imposto de 15% sobre o valor (além de eventuais multas e juros aplicados).

Com a entrada da bitcoin no Imposto de Renda, caso o número de adeptos cresça consideravelmente no Brasil, pequenas mudanças na legislação tributária podem ser realizadas para adequar a criptomoeda de vez no fisco.

Cupons de desconto TecMundo: