(Fonte da imagem: Reprodução/LinkedIn)

Uma notícia trágica caiu nesta quinta-feira (6) sobre o já conturbado mercado de bitcoins. Autumm Radtke, de 28 anos, CEO da primeira plataforma de intercâmbio de bitcoins, foi encontrada morta em Singapura. A polícia suspeita inicialmente que a executiva tenha se suicidado.

Autumm era responsável pela First Meta, empresa local que atuava com moedas virtuais. Em declaração oficial, a companhia destacou que a empresa está “chocada e triste pela perda da nossa amiga e CEO”. A notícia vem um momento em que a indústria de bitcoins tem sofrido vários golpes, como o recente pedido de falência da Mt. Gox, maior bolsa de moedas virtuais do mundo.

Antes de atuar na First Meta, Autumm Radtke foi diretora de desenvolvimento de negócios da Xfire, trabalhando para o desenvolvimento dos sistemas Geodelic. Em 2007, Radtke trabalhou com a Apple no Aqua Connect, um software de comunicação em nuvem.

Ainda nesta semana, a revista Newsweek teve acesso ao suposto criador do Bitcoin – cujas origens são incertas. A publicação afirma que o homem por trás da nova sensação da internet é Satoshi Nakamoto, um homem de 64 anos que mora na cidade de Temple City, na Califórnia.

Cupons de desconto TecMundo: