(Fonte da imagem: Divulgação/Lamassu)

O Brasil está entrando de vez no mercado das bitcoins, as moedas digitais de alto valor (e flutuação no mercado maior ainda) que estão conquistando o mundo.

O passo definitivo acontecerá durante a Campus Party Brasil 2014, evento em que será instalado o primeiro caixa eletrônico para transações usando bitcoins. A ATM (Automatic Teller Machine) é da fabricante portuguesa Lamassu e será gerenciada pelo Mercado Bitcoin, órgão que realiza compra e venda da moeda digital no país. Além de ser pioneiro nacional, o aparelho será o primeiro da área em toda a América Latina.

Com a máquina, torna-se possível adquirir bitcoins em uma troca por cédulas de reais. Para isso, o caixa eletrônico precisa ler um QR code contendo o código da sua carteira virtual, liberando o acesso à conta. A transação ocorre com a leitura de um código de barras e será cobrada uma taxa de 2,5% por operação.

A Campus Party Brasil 2014 acontece em São Paulo de 28 de janeiro a 2 de fevereiro.

Supervalorização

Atualmente, no Brasil, uma unidade de bitcoin vale R$ 1.940, segundo o Mercado Bitcoin. Mas há quem acredite que ainda estamos longe do potencial dessa moeda: em entrevista ao Wired, o empresário Chris Dixon afirmou que ela "pode valer facilmente US$ 100 mil".

Dixon, que é parceiro de firmas de capital do Vale do Silício, faz uma analogia da bitcoin com endereços da internet: para ele, comprar domínios que hoje são famosos e valem milhões em leilões seria um negócio tão bom na década de 1990 quanto inventar a Amazon ou a Google. Ele ainda diz que a tecnologia é subestimada, mas crescerá em taxas exponenciais e logo será respeitada.

 

Cupons de desconto TecMundo: