(Fonte da imagem: Reprodução/Yahoo!)

A rede de televisão japonesa NHK, em parceria com o Discovery Channel, gravou pela primeira vez imagens da lula-gigante em seu habitat natural. Considerado como uma das espécies mais misteriosas do mundo, esse espécime foi filmado a 15 quilômetros da ilha japonesa de Chichijima e a uma profundidade de 630 metros, com uma câmera de alta definição.

Com cerca de três metros de comprimento, o animal não apresenta os dois tentáculos mais proeminentes da espécie, o que leva os cientistas a crerem que esse espécime poderia medir oito ou nove metros originalmente.

(Fonte da imagem: Reprodução/Phys.Org)

As novas imagens devem ajudar os pesquisadores a levantar mais informações sobre esse animal lendário, que até então só tinha sido observado depois de capturado. Com três corações e uma visão cem vezes mais potente do que a do ser humano, a lula-gigante chega a ter ventosas com até 5 cm de diâmetro. Cientistas acreditam que essa espécie possa alcançar 20 metros de comprimento e chegar a pesar 1 tonelada.

O vídeo, que mostra o animal se alimentando de uma isca deixada pelos cinegrafistas, vai ao ar no dia 13 de janeiro, no Japão, e no dia 27 de janeiro, nos Estados Unidos. 

Cupons de desconto TecMundo: