O vídeo acima é impressionante. Ao perceber que seus filhotes estão prontos para ganhar os “mares”, a polvo fêmea sacode os ovos com seus tentáculos, liberando centenas de “bebês” que começam, imediatamente, a explorar o ambiente. Se você prestar atenção nos bichinhos da fotografia a seguir, é fácil imaginar pequenos alienígenas ou “mini-Cthulhus” prontos para dominar as águas.

Minipolvos prontos para conquistarem os mares (Fonte da imagem: Zooborns)

Mas, apesar de ser uma cena interessante, o processo de reprodução da maioria dos polvos é bastante trágico. De acordo com o biólogo Richard Ross, do Aquário da Academia de Ciências da Califórnia, depois de depositar os ovos e cuidar deles até que “amadureçam”, as fêmeas da maior parte dos polvos simplesmente param de se alimentar e acabam morrendo. Os polvos machos também não têm um final feliz: o animal morre logo após a inseminação, ao concluir o ato sexual.

Fonte: Zooborns

Cupons de desconto TecMundo: