O caracol do vídeo acima desliza silenciosamente pelo fundo do mar, até encontrar um peixe que aparenta estar repousando. Com a destreza e a técnica que a natureza lhe deu, esse predador consegue se aproximar com cuidado da vítima, imobilizando-a com uma toxina lançada na água. Poucos segundos depois, horror dos horrores: o gastrópode aumenta sua boca e engole o pobre peixinho ― três vezes maior do que ele ― inteiro e ainda vivo! Mais tarde, a presa acaba morrendo ao receber mais um pouco de veneno.

A espécie acima faz parte de um gênero de gastrópode conhecido como Conus e, normalmente, esses caracóis possuem uma toxina mais letal do que o cianureto, podendo, inclusive, matar um ser humano. Apesar do perigo, a ciência acredita que o veneno desses predadores poderá ser usado, no futuro, como um analgésico mil vezes mais potente que a morfina, com a vantagem de não causar dependência.

Cupons de desconto TecMundo: