Ermitão escolheu como lar uma concha produzida em impressora 3D (Fonte da imagem: MakerBot Industries)

A escassez de determinados tipos de concha na natureza tem afetado a comunidade de um crustáceo bastante tímido e reservado: o ermitão. O que ninguém esperava é que a solução para esse problema pudesse partir de impressoras 3D, capazes de produzir conchas do tamanho ideal para essas pequenas criaturas.

Graças a essa ideia surgiu o projeto Shellter, criado pela parceria entre a fabricante de impressoras MakerBot Industries e outras empresas. A principal dificuldade encontrada pelos voluntários foi a confecção de uma concha que tivesse as características ideais para o ermitão. Se fosse grande demais, o animal não se sentiria seguro dentro dela e, possivelmente, não conseguiria carregá-la devido ao peso extra. Em contrapartida, o bicho não seria capaz de entrar em uma concha muito pequena.

Para resolver a questão, as equipes trabalharam em conjunto com a Dr. Katherine Bulinski, bióloga especialista em ermitões. E, pelo visto, o resultado tem sido positivo. Duas conchas produzidas pelo projeto já foram adotadas como lar pelos pets. Parece que os crustáceos gostaram da ideia de ter uma casa com cores mais chamativas, como a da fotografia acima.

Atualmente, o Shellter está em busca de voluntários que possuam impressoras 3D ou que tenham habilidade com a modelagem de imagens tridimensionais. Quem cuida de ermitões de estimação também pode ajudar a testar as novas casinhas artificiais.

Cupons de desconto TecMundo: