Este macho conseguiu se separar de seus genitais, mas ainda foi capturado pela fêmea (Fonte da imagem: nature)

O que você faria se só pudesse ter relações sexuais uma vez na vida e depois disso ainda tivesse que se livrar de seus órgãos genitais? Pode parecer uma ideia completamente macabra, mas os machos da espécie de aranha chamada Nephilengys malabarensis têm bons motivos para tal.

Isso porque, segundo o site nature, as fêmeas dessa espécie adoram um “lanchinho” durante o ato de reprodução, vendo o macho como um prato apetitoso. E uma vez que ela é várias vezes maior que ele, a única possibilidade que resta é fugir para sobreviver.

Para evitar a morte e ainda poder prolongar a espécie, os machos têm uma solução inteligente: eles se separam de seus genitais, localizados em seus pedipalpos, logo que iniciam a relação, fugindo o mais rápido que podem logo depois.

A estratégia nem sempre dá certo, uma vez que muitas vezes eles acabam sendo capturados e canibalizados pela fêmea. Mas o que importa é que, enquanto isso, o órgão continua preso, bombeando esperma e impedindo outro macho de ter relações com ela.

De acordo com o estudo, feito por Daiqin Li, da Universidade Nacional de Cingapura, perder os genitais não é algo tão ruim para as aranhas dessa espécie. Li e seus colegas descobriram que os “estéreis” passam a ser melhores lutadores, possivelmente por estarem livres do peso do órgão. Eles tendem a vencer até mesmo outros machos maiores, defendendo ferozmente a fêmea.

Cupons de desconto TecMundo: