Qual é a forma mais divertida e atraente de ensinar engenharia genética para os jovens da nova geração? Vendendo um kit com tudo o que eles precisam para fazer leveduras fluorescentes e fabricar sua própria cerveja que brilha no escuro, é óbvio. Ao menos é nisso que Josiah Zayner, um biohacker que já trabalhou como biologista sintético para a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA), acredita.

Zayner, através da ODIN — sua própria loja de produtos científicos —, está comercializando um kit de US$ 199 (cerca de R$ 689) que lhe permite criar uma levedura enriquecida com proteína verde fluorescente (GFP), produzida pelas águas-vivas da espécie Aequorea victoria. Com tais fungos geneticamente modificados, você pode fabricar cerveja (ou outras bebidas alcoolicas) bioluminescentes, ou seja, que brilham no escuro.

O que é mais cool do que fazer sua própria cerveja? Fazer uma cerveja fluorescente, é óbvio!

Embora a invenção seja bem bacana, vale observar que a Food and Drugs Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à nossa Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), está um pouco “preocupada” com tal kit. Por outro lado, Zayner ressalta nesta página que as leveduras devem ser usadas fora do âmbito estudioso pela própria conta e risco do comprador, levando em questão aspectos como alergias e toxicidade dos elementos.

Cupons de desconto TecMundo: