Atual homem mais rico do mundo e filantropo de carteirinha, Bill Gates ainda é um executivo e exemplo de liderança muito influente não só no setor da tecnologia.

O cofundador e ex-CEO da Microsoft sabe disso e, para inspirar cada vez mais pessoas, listou quais foram os seus livros favoritos de 2015 até agora.

A ideia da lista, que é feita desde 2013, é sugerir obras sobre o espírito humano e o mundo em que vivemos — desde saúde até formação de caráter. Como Gates está bastante envolvido com qualidade de vida, saúde e sustentabilidade, esses temas são bastante presentes na seleção deste ano.

"Eradication”, de Nancy Leys Stepan

A história da erradicação de doenças ao longo do tempo indica o que a humanidade aprendeu com falhas e sucessos no combate a patologias diversas. O estilo de escrita é um pouco acadêmico demais, mas a informação é de primeira para qualquer leitor.

“Thing Explainer”, de Randall Munroe

O autor explica o funcionamento e a estrutura de temas complicados de física, química e biologia usando apenas as mil palavras mais comuns do vocabulário norte-americano. Estão lá em detalhes e de forma simplificada temas como "casa espacial compartilhada" (a Estação Espacial Internacional), "os grandes pedaços planos de pedra em que vivemos" (placas tectônicas) e "os sacos de coisas dentro de você" (células).

“Sustainable Materials With Both Eyes Open”, de Julian Allwood e Jonathan Cullen

Esse livro explica como o futuro pode ser otimista com o uso de eficiência de energia e otimização no aproveitamento de materiais como metal, cimento, plástico e papel. Ele alterna entre ser técnico demais (com explicações detalhadas) e para leigos (cheio de diagramas muito bem explicados).

“Mindset”, de Carol Dweck

Baseado em várias pesquisas, o livro mostra como nossas crenças sobre capacidades influenciam como aprendemos e que caminhos tomamos na vida. Ele serve para tudo: desde pais que querem criar os filhos baseados em desafios até empresários que querem cultivar talentos.

“Being Nixon”, de Evan Thomas

Essa obra difere das demais biografias do ex-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, por não pintar o político de forma monocromática, quase como um bárbaro arrogante. O autor procura mostrar os trabalhos internos e o funcionamento da cabeça de um homem "brilhante, com falhas e conflitante".

“The Road to Character”, de David Brooks

O objetivo do autor é "examinar os valores constrastantes que motivam cada um de nós". Ele faz comparações entre personalidades históricas e analisa não só as virtudes que garantem sucesso externo a alguém, mas também paz de espírito.

Cupons de desconto TecMundo: